Na madrugada do sábado, 03, Pe. Josemar Silva embarcou no Aeroporto Ministro Victor Konder, em Navegantes, rumo ao Amapá.

Ele será missionário na Diocese de Macapá, mesmo local em que Pe. Jacob Archer está desde 2015.

 

No domingo, 04, Pe. Josemar já presidiu a primeira Missa no Norte do País, na Paróquia Divino Espírito Santo.

 

 

 

Colaboração: Zenir Gelsleichter
Secretária da Animação Missionária Arquidiocesana

Uma Igreja missionária

A Arquidiocese enviou em missão para a Diocese de Macapá, no Amapá, o Pe. Josemar Silva, que até o final do ano passado era pároco da Paróquia São Vicente de Paulo, de Itajaí. Presidente do Conselho Missionário Diocesano (COMIDI), o sacerdote foi enviado no dia 25 de fevereiro. Antes de partir, ele falou sobre este chamado missionário:

“‘Antes de te formar no ventre materno, te conheci, te consagrei e te constituí profeta para as nações’ (Jr 1,5). Este é o lema que me acompanha desde a infância. Quando li pela primeira vez este texto do profeta, algo diferente ecoou dentro de mim.

Aos poucos, Deus mostrava o que queria de mim, seja através da comunidade ou de pessoas, como o Pe. Nildo Dubiella, que no dia de minha Primeira Eucaristia me convidou a ser padre.

O então seminarista do Pontifício Instituto das Missões Exteriores (PIME), Élio Albano, hoje padre da Diocese de Palmas (PR), levou-me para participar de um encontro vocacional no seminário do PIME, em Brusque. Posteriormente participei de outros, que ajudaram a despertar a vocação presbiteral missionária.

Em 1991, incentivado pelo Pe. João Elias Antero, participei de um retiro vocacional e decidi entrar no seminário, o que aconteceu no ano de 1993.  Em 1997 fiz uma experiência missionária de 20 dias no município de Pintadas, Diocese de Ruy Barbosa (BA).

O então Arcebispo de Florianópolis, Dom Eusébio Oscar Scheid, convidou-me para trabalhar na Diocese de Barra (BA), onde permaneci de 2001 a 2008.

Além do Pe. Josemar, também foram enviados para África os missionários da Comunidade Divino Oleiro, Janice e Geison.

Agora, após nove anos na Arquidiocese, tenho a oportunidade de partir em missão novamente para a nossa Diocese Irmã de Macapá, onde desde 2015 está o Pe. José Jacob Archer. Estou muito feliz com essa oportunidade que me é dada por nosso Arcebispo Dom Wilson e pela nossa Arquidiocese. Conto com as orações de todos”.

Além do Pe. Josemar, também foram enviados para Guiné-Bissau, na África, os missionários da Comunidade Divino Oleiro, Janice Silva da Cruz e Geison Demarch.

 

 

 

Depoimento publicado na edição de março do Jornal da Arquidiocese, pág. 03. 

 

 

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*