LOGOO Papa Francisco surpreendeu ao anunciar o “Jubileu Extraordinário da Misericórdia”. Tem início em 08 de dezembro de 2015 e a conclusão acontece na festa de Cristo Rei, no dia 20 de novembro de 2016.

A inspiração para o Ano Jubilar encontra-se na Bíblia. Basta ler no capítulo 25 do Levítico. É um tempo de reconciliação para todos. Apresenta-se como um período propício para recuperar a boa relação com Deus, com o próximo e com a criação. É proposto como momento de reconstruir relações baseadas na gratuidade

A misericórdia, por sua vez, é a expressão do amor gratuito de Deus pela humanidade. Não há mérito por parte dos homens. Deus simplesmente os ama. Seu amor misericordioso salva e restaura o ser humano. A Igreja tem a missão de tornar presente, por sua ação, a misericórdia de Deus no mundo. Um modo de cumprir este mandato é o exercício das obras de misericórdia.

As obras de misericórdias corporais: 1) dar de comer a  quem tem fome; 2) dar de beber a quem tem sede; 3) vestir os nus; 4) dar pousada aos peregrinos; 5) visitar os enfermos; 6) visitar os encarcerados; 7) sepultar os mortos.

As obras de misericórdia espirituais: 1) dar bom conselho; 2) ensinar os ignorantes; 3) corrigir os que erram; 4) consolar os aflitos; 5) perdoar as injúrias; 6) sofrer com paciência as injustiças; 7) rezar pelos vivos e pelos mortos.

Que o Ano Santo da Misericórdia seja um estímulo para intensificar estas obras!

2 Comments, RSS

  • Josiane Kirchner Lessa

    diz em:
    28 de setembro de 2016 às 10:03

    Bom dia. Gostaria de saber em que momento posso passar pela Porta da Misericórdia. Tem algum dia específico ou pode ser qualquer dia e horário nos locais autorizados (como a Catedral de Florianópolis, por exemplo). Ao passar pela porta desta Catedral até o dia 20 de novembro eu posso entrar com essa intenção de Misericórdia? Ou devo aguardar algum dia ou evento específico?

  • Bernadete Pauli dos santos

    diz em:
    16 de agosto de 2016 às 17:11

    Gostaria de agradecer pelo retorno. Recebi todas as orientações via e-mail pessoal.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*