Sabemos todos que o mês de agosto é dedicado à promoção vocacional. E a Arquidiocese de Florianópolis tem muito a agradecer a Deus por ter, ao longo da sua história, chamado jovens para o ministério sacerdotal. Todos os anos temos a graça de ordenar novos padres. Neste ano de 2017 serão ordenados dois novos presbíteros.

Cabe também um reconhecimento a todos os envolvidos no trabalho de promoção vocacional. Tem havido um trabalho intenso e perseverante da pastoral vocacional nas comunidades. São padres, seminaristas, religiosos, leigos e leigas que desenvolvem a atividade de despertar e acompanhar jovens vocacionados. Os seminaristas dos nossos seminários são, em grande parte, fruto da atividade alegre e dedicada das equipes vocacionais.

A formação dos sacerdotes, bem como a manutenção dos nossos seminários, é uma atividade que se faz com a participação de todos os diocesanos. É bom que seja assim. A igreja diocesana está empenhada em formar os novos padres. Pode-se fazer, ao menos, de duas maneiras. Primeiro, rezando pelos nossos seminaristas, para que tenham um coração dócil para escutar e seguir a voz de Deus. Depois, todos são chamados a colaborar na manutenção dos nossos seminários. Em nossa diocese, somos gratos pelas orações e também pela generosidade de tantas pessoas que colaboram com nossos seminários.

Atualmente temos 40 seminaristas em nossos seminários. Vinte e sete estão no seminário maior, a saber, 15 na teologia, em Florianópolis, e 12 na filosofia, em Brusque. Sete seminaristas estão no seminário menor, em Azambuja, Brusque, e outros seis no propedêutico, em São José.

“A vocação ao sacerdócio é um dom que Deus concede à Igreja e ao mundo, uma via para santificar-se e santificar os outros… Tal vocação é revelada e acolhida no interior de uma comunidade eclesial… O sacerdote sai de uma comunidade e esse volta para servi-la e guiá-la como pastor” (Congregação para o Clero, o dom da vocação presbiteral).

Por: Dom Wilson Tadeu Jönck, scj

Artigo publicado na edição de agosto de 2017, nº 237, do Jornal da Arquidiocese, página 02.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*