Lectio (leitura): Ester 5,1b-2;7,2b-3 – 1ª leitura na Solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida:

“Ester revestiu-se com vestes de rainha e foi colocar-se no vestíbulo interno do palácio real, frente à residência do rei. O rei estava sentado no trono real, na sala do trono, frente à entrada. Ao ver a rainha Ester parada no vestíbulo, olhou para ela com agrado e estendeu-lhe o cetro de ouro que tinha na mão, e Ester aproximou-se para tocar a ponta do cetro. Então, o rei lhe disse: “O que me pedes, Ester; o que queres que eu faça? Ainda que me pedisses a metade do meu reino, ela te seria concedida”. Ester respondeu-lhe: “Se ganhei as tuas boas graças, ó rei, e se for de teu agrado, concede-me a vida — eis o meu pedido! — e a vida do meu povo — eis o meu desejo!”

Meditatio (meditação)
Ester põe-se como intercessora entre o povo e o rei, para implorar pela vida. Sua beleza agrada o rei e ele lhe concede a realização de seu pedido. Medite a coragem, a intercessão, a ousadia, a beleza, a graça da vida. Recrie a cena em seu imaginário: as personagens, a movimentação, as palavras.

Oratio (oração)
Reze a Deus com profunda confiança, amparado nas palavras bíblicas dirigidas a Ester: “O que me pedes? O que queres que eu faça?”. Abra-se ao diálogo com Deus, que é rei bom e cheio de amor para nos ouvir e atender. Ele também se encanta com a beleza que há em cada um de nós, seus filhos e filhas.

Contemplatio (contemplação)
Contemple Ester e Maria como intercessoras. Na solenidade de Nossa Senhora Aparecida, contemple o mistério da Mãe de Jesus que intercede junto ao Filho em favor da continuidade da festa em Caná. Contemple Ester e Maria, preocupadas com a vida de seu povo. Agradeça a oração e a intercessão. Seja também intercessor diante de Deus em favor dos irmãos e irmãs. Peça a Deus que conceda ao mundo a vida mais plena.

Missio (missão)
Com coragem, assuma a missão de rezar pelos irmãos e irmãs, confiante no poder da intercessão. Também se disponha a defender a vida, sempre.

Por Pe. Paulo Stippe Schmitt

Artigo publicado na edição de setembro de 2019 do Jornal da Arquidiocese, página 08

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*