14813511_1451241304890696_183577049_n

A previsão de público é de 15 mil pessoas, com a participação de 200 padres e diáconos e uma equipe de apoio composta por 120 casais e 300 aproximadamente jovens.

No próximo domingo, 20 de novembro, as 72 paróquias que estão distribuídas pelos 30 municípios da Arquidiocese, representadas por foranias, diversas pastorais, movimentos, serviços, novas comunidades, o clero e as religiosas vão se encontrar para o encerramento do Ano Santo da Misericórdia, no Estádio Orlando Scarpelli, no Estreito, em Florianópolis.

Do Movimento de Irmãos estão envolvidos 120 casais que somados aos 300 jovens escalados representam a equipe de apoio para atender a diversas necessidades organizacionais do evento. Muitos já estão ajudando na etapa pré-evento e outros irão colaborar durante e após o mesmo.

A programação começa às 08h, com uma animação. Em seguida ocorre uma apresentação das obras de misericórdia corporais e espirituais presentes na Arquidiocese, feita por instituições sociais.

Às 09h30, o Arcebispo preside a Missa solene de encerramento do Ano Santo. “Convido a todos para se fazerem presentes neste singular momento da nossa Igreja. Organizem suas caravanas. Faremos, com certeza, uma grande festa para o encerramento do Ano Santo da Misericórdia”, ressaltou Dom Wilson Tadeu Jönck.

Participam desta Celebração, aproximadamente 200 padres e diáconos.

Neste domingo, 20 de novembro, a única Celebração Eucarística do período da manhã, em toda a Arquidiocese, será no Estádio Orlando Scarpelli. 

O evento conta com o apoio da Cruz Vermelha Brasileira, filial em Santa Catarina.

Um ano jubilar

O Papa Francisco iniciou com o Jubileu Extraordinário da Misericórdia no dia 08 de dezembro de 2015, em Roma. Após a Comunhão, o Pontífice abriu a Porta Santa, na entrada da Basílica de São Pedro. E, assim, a Igreja em todo o mundo abriu também a Porta Santa.

Na Arquidiocese, a Porta da Misericórdia foi aberta pelo Arcebispo no dia 13 de dezembro de 2015, na Catedral. E assim, foram abertas outras dez Portas Santas, distribuídas nas Igrejas Jubilares. No último domingo, 13 de novembro, todas estas Portas foram fechadas.

Foi um período em que a igreja local viveu intensamente o Ano Santo, com jubileus dos enfermos, da vida consagrada, dos colaboradores da Mitra, das famílias, dos presbíteros, dos presos, dos diáconos e esposas, da juventude, das entidades, pastorais e ações sociais.

Neste tempo, intensificaram-se as obras de misericórdia corporais e espirituais e o Sacramento da Confissão. “O perdão é uma força que ressuscita para nova vida e infunde a coragem para olhar o futuro com esperança”, declarou o Papa Francisco na Bula de Proclamação do Jubileu.

 

Serviço

Encerramento do Ano Santo

20/11 | 08h

09h30 – Missa solene com o Arcebispo e aproximadamente 200 padres e diáconos

Estádio Orlando Scarpelli

 

2 Comments, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*