A 58ª Assembleia dos Bispos do Brasil aconteceu de modo remoto entre os dias 12 a 16 de abril de 2021. Foram muitos assuntos que fizeram parte da pauta. Passo a apresentar alguns.

Animação bíblica da Pastoral – Foi o tema central da Assembleia. A partir da parábola do semeador (Mt 13,1-9) mostra como a Palavra de Deus vai iluminando toda atividade pastoral. A acolhida da Palavra gera mudança,
fraternidade, solidariedade, justiça. Pela Palavra de Deus a Igreja se faz presente nas diversas realidades. Será um documento de estudos publicado na série verde.

Novo estatuto – Está sendo renovado o estatuto da CNBB. Não quer ser só uma renovação canônica, mas uma expressão da reflexão sobre a atualidade do mundo e da Igreja. Será norteado pelos princípios da sinodalidade e missionariedade que se expressam nos eixos da formação integral do discípulo missionário, na gestão pastoral (âmbito econômico e pastoral) e no diálogo com a sociedade (como a Igreja comunica os seus ensinamentos). Foi criado o INAPAZ (Instituto Nacional de Pastoral Pe. Alberto Antoniazzi) que coordenará os trabalhos e a elaboração dos estatutos.

Doutrina da Fé – A Comissão para a Doutrina da Fé apresentou dois estudos publicados pela Edições CNBB. O primeiro é “O magistério dos bispos”. Mostra a preocupação com o contexto plural marcado pelo secularismo e relativismo. O segundo estudo é “Vida, Dom e Compromisso: Fé cristã e aborto”.

Ano Amoris Laetitia e de São José – É o desejo do Papa Francisco de reavivar o conteúdo do documento sinodal Amoris Laetitia. São José, membro da Sagrada Família, é modelo da quem colocou-se a serviço do plano de Deus.

6ª Semana Social Brasileira – Através de mutirões se pretende levantar ações concretas que construam caminhos e transformação social. Quer focar temas como terra e economia, trabalho e democracia, teto e soberania.

CELAM – O Conselho Episcopal Latinoamericano está passando por uma reformulação dos seus estatutos. Também está organizando a Assembleia
Eclesial da América e Caribe. Acontecerá no México nos dias 21 e 22 de novembro de 2021. Será uma assembleia do povo de Deus e visa aprofundar conteúdos da Conferência de Aparecida. O documento preparatório pode ser acessado por uma plataforma na Internet – https:/asambleaeclesial.lat. Já foi constituído um organismo para colocar em prática as decisões do Sínodo sobre a Amazônia.

Liturgia – A Comissão de Liturgia deu ciência dos seus trabalhos. Pretendem apresentar o missal na próxima assembleia. Além disso publicaram novos textos: a) Celebração em Família; b) Orientações para a adequação litúrgica, reestruturação e conservação de igrejas – série verde 113; c) Música litúrgica: Revisão do hinário do Ciclo do Natal; estudo sobre os cantos da missa; música da liturgia das horas.

Está confirmado: Congresso Eucarístico, de 12 a 15 de novembro de 2022, em Recife; 2023 será um ano vocacional; e o tema da CF-22 será sobre a educação.

Artigo publicado na edição de maio de 2021 do Jornal da Arquidiocese.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*