unnamed (1)Aconteceu no dia 10 de março, o Seminário Nacional promovido pela Pastoral do Povo de Rua, em Belo Horizonte.

A Arquidiocese esteve representada, juntamente com os agentes da Pastoral de Rua de todo o  país, além de representantes do Ministério da Justiça e Cidadania, Ministério das Cidades, Universidades e organizações de Direitos humanos.

Os painéis tiveram como tema: “Não estou na rua porque quero”, tendo como  assessora a professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Heloisa Costa, e o secretário executivo do Centro Gaspar Garcia, Luiz Kohara.
A Pastoral que tem como missão, ser presença junto ao povo da rua, reconhecer os sinais de Deus na sua história e desenvolver unnamed (4)ações  que transformem a situação de exclusão em projetos de vida para todos, lançou em 2015 a campanha “Chega de omissão, queremos habitação”.

Hoje, calcula-se que aproximadamente 60 mil pessoas vivem nas ruas dos centros urbanos brasileiros. Entretanto, quando se pensa em moradia  digna, essas pessoas quase nunca são consideradas nos programas de habitação. A Campanha pretende ainda sensibilizar a sociedade brasileira e o poder público  para a necessidade de garantir um direito fundamental  para uma população que sofre com a invisibilidade social.

Por: Evânia Cunha – Pastoral do Povo de Rua
Arquidiocese de Florianópolis
unnamed (5)

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*