DSCN0731Missa e procissão de Corpus Christi reúne milhares de fiéis em todas as Paróquias da Arquidiocese de Florianópolis

“A gente recebe tanto e é o momento de agradecer a Deus tantas graças. Para Ele, tudo sempre o melhor. Ele é simples e olha para cada pessoa”, disse Marilene Filomena Goedert, da Irmandade do Divino Espírito Santo. Marilene e o esposo há mais de seis anos ajudam na confecção dos tapetes para a procissão de Corpus Christi, na Catedral. Ela afirmou que as crianças assistidas pela Irmandade também contribuíram.

E assim foi a última quinta-feira, 04 de junho, no mundo e na Arquidiocese de Florianópolis. Católicos saíram cedo de casa para preparar o caminho por onde passaria o Santíssimo Sacramento.

Aproximadamente 300 pessoas de pastorais, movimentos, novas comunidades, crianças e jovens da catequese e de colégios católicos reuniram serragem colorida, pó de café, sal, papel de seda, bambu, flores e outros materiais para colorir as ruas em volta da Praça XV, na capital.

Henrique Mattos e Silva, 20 anos, e Victor Augusto Martins Dingee, 17, ambos estudantes de administração, juntamente com outros jovens do Movimento Pólen, ficaram responsáveis por cinco, dos 30 tapetes da procissão. “É bonito ver todos ajudando, mesmo no feriado, pessoas de todas as idades”, comentou Henrique. Victor ressaltou que “geralmente no feriado, muitos dormem até mais tarde. Aqui não, acordaram cedo para Jesus. É para Ele isso tudo. Como Pe. Pedro Martendal afirma: ‘Acordar cedo, só para Jesus’”.

Dom Wilson com Pe. David, pároco da Catedral e o coordenador da Pastoral do Migrante, Pe. Joaquim Filippin

Dom Wilson com Pe. David, pároco da Catedral e o coordenador da Pastoral do Migrante, Pe. Joaquim Filippin

Um dos tapetes que chamou atenção foi da Pastoral do Migrante, confeccionado com bandeiras de países como Haiti, Israel, Palestina e Japão.

Às 15h, o Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, presidiu a Missa, concelebrada por outros padres e com a participação de seminaristas do curso de teologia. “Somos convidados a celebrar a Eucaristia pelo menos uma vez na semana. Renovamos nossa força na Eucaristia. Jesus se faz presente e podemos notar em vários momentos. Mas Ele quis dar um realce na Hóstia Consagrada”, explicou o Arcebispo na homilia.

Após a Celebração Eucarística, todos acompanharam a procissão e receberam a bênção solene em dois momentos.

Esta mesma manifestação de fé aconteceu nas 70 paróquias e nos Santuários da Arquidiocese. Em algumas paróquias, os tapetes foram confeccionados por materiais de higiene, como em São José, para depois serem doados aos imigrantes, através da Pastoral e da Ação Social Arquidiocesana.

DSCN0753Confira no link na Paróquia São Cristóvão, bairro Cordeiros, em Itajaí, como foi a procissão de Corpus Christi.

Veja ainda no site da Arquidiocese, as fotos da Missa e procissão na Catedral.

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*