No último dia 11 de fevereiro, terça-feira, a Paróquia Santo Antônio celebrou seus 50 anos de história. A Missa em comemoração ao Jubileu de Ouro aconteceu às 19h30, na Igreja matriz, em Campinas.

Presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Wilson Tadeu Jönck, a celebração contou a com a presença de padres e diáconos que fizeram e fazem parte da história da paróquia.

Em sua homilia, Dom Wilson falou sobre a importância de recordar a história que foi construída. E quanto é saudável que as famílias paroquianas, as pastorais e movimentos, pessoas que estiveram presentes nesta caminhada, relembrem o que viveu ao longo destes 50 anos de paróquia como incentivo para o futuro.

Ao fim da celebração, o coordenador do Conselho de Pastoral Paroquial (CPP), Robson da Silva, partilhou algumas palavras que resumiram o que é uma paróquia e a sua importância na vida de seus paroquianos. Em seguida, apresentou um resumo da história destes 50 anos de caminhada. E ainda, homenageou em nome da comunidade paroquial os senhores Germano João Viera e João Ludovino Vieira, que muito fizeram e fazem pela paróquia. Da mesma forma, Dom Wilson recebeu uma singela homenagem em forma de agradecimento.

Para encerrar, o atual pároco, Pe. Revelino Seidler, falou algumas palavras sobre o que espera deste novo ano. Partilhou sobre o ano de 2020, ano em que se completa 800 anos desde que cinco frades franciscanos foram batizados e inspiraram a vocação franciscana de Santo Antônio. O sacerdote motivou então a todos a entrarem nesse clima de oração em lembrança destes frades e do padroeiro da paróquia.

O arcebispo ainda invocou a bênção sobre os pães de Santo Antônio e a bênção final sobre os presentes na celebração.

Após a Santa Missa, aconteceu no salão paroquial um coquetel e a comunidade recebeu de lembrança um chaveiro comemorativo.

Com informações de: Giselle Pereira de Souza, Paulo Elias de Souza e Ana Paula dos Santos.
Fotos: Ana Paula dos Santos

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*