missa_crisma (53)Na manhã desta quinta-feira, 26, Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, presidiu a Missa do Crisma que contou com a presença de mais de cem padres e diáconos da Arquidiocese de Florianópolis. A Celebração marca o dia da instituição do sacerdócio e a unidade dos presbíteros com o bispo.

Confira a galeria de imagens

Nesta Celebração foi dada a bênção aos óleos que serão usados durante o rito do Batismo e também para a Unção dos Enfermos. Ainda, foi consagrado o óleo do Crisma utilizado em Sacramentos da Igreja.

missa_crisma (58)A Missa – também concelebrada pelo Bispo Emérito de Florianópolis, Dom Vito Schlickmann – foi acompanhada por fiéis de diversas paróquias e comunidades da Arquidiocese. “Foi uma das celebrações mais bonitas que já presenciei, é muito bom ver a união e a presença de tantas padres em torno do bispo”, destacou a paroquiana da Paróquia Santa Inês de Balneário Camboriú, Dilza Coelho.

“Estar com o bispo no dia de hoje é muito importante. A união nos lembra que o trabalho de uma diocese é feito em conjunto. Foi bom nos encontrarmos aqui dentro da Catedral que é nossa Igreja Mãe, mãe de nossas comunidades”, congratulou Pe. Valmir Debarbi.

Na homilia, Dom Wilson encorajou os padres, apoiado na Palavra de Deus. “O mesmo espírito que deu vida a cada palavra de Cristo é o mesmo Espírito Santo que nos acompanha e que também dará vida ao nosso zelo pastoral, ao nosso ministério sacerdotal”, disse.

missa_crisma (32)O Arcebispo também chamou a atenção para que o povo de Deus não se deixe acostumar com as situações de pecado. “Hoje muitas vezes se vive tranquilo em uma atitude de pecado, porque se vive em uma sociedade que se esqueceu de Deus”. Na contramão desta corrente, ele pede aos sacerdotes: “É neste mundo que nós devemos ser sinal da misericórdia e do amor de Deus”.

Sobre a misericórdia, Dom Wilson ainda recordou algumas práticas para se viver intensamente neste Ano Santo. Além disso, destacou que “misericórdia é atitude de quem se comove, se sente interpelado diante da indigência e das carências do outro ser. O contrário disso é a frieza, a indiferença, a dureza do coração”.

missa_crisma (7)Na conclusão de sua fala, o presidente da Celebração aproveitou para agradecer aos colegas do clero. “Meus caros padres e diáconos, neste dia da instituição do sacerdócio, quero cumprimentá-los e agradece-los, do fundo do coração, pela existência de vocês e por tudo o que fazem e são em nossa diocese. Que Deus possa sempre acender o fogo do entusiasmo para ajudarmos a todos; entusiasmo para testemunhar que Cristo está presente e quer fazer parte da vida de todo ser-humano de bem”, finalizou.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*