unnamed-4Aconteceu no dia 08 de dezembro, na sede do Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarina – ISDCSC, o processo seletivo dos pré-inscritos no Primeiro e Segundo Ciclos do Mestrado Eclesiástico em Direito Canônico.

Presentes, na ocasião, o Arcebispo Metropolitano de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, scj – Moderador do ISDCSC, o Prof. Dr. Pe. Tarcísio Pedro Vieira – Diretor do ISDCSC, o Prof. Dr. Pe. Valdinei de Jesus Ribeiro, CMF – Secretário-Geral e Ecônomo do ISDCSC, a Ir. Enedina Sacheti – Diretora Presidente da Sociedade Divina Providência e representantes de parceiros do Instituto.

No dia foi realizada a análise da documentação exigida dos pré-inscritos no Primeiro e Segundo Ciclos, o exame de seleção e de proficiência linguística.

unnamedO Primeiro Ciclo, que teve oito pré-inscritos, é propedêutico, voltado para os candidatos que ainda não tem Filosofia e Teologia, e será feito em parceria com o Claretiano Rede de Educação. O Segundo Ciclo, que compreende os três anos de Mestrado, teve 19 pré-inscritos e será na sede do ISDCSC, anexa ao Provincialado da Divina Providência, em Florianópolis. As aulas terão início no dia 06 de fevereiro de 2017.

Encontram-se abertas até o dia 15 de janeiro de 2017 as inscrições para a segunda chamada nos dois Ciclos.

O Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarinaunnamed-1

O Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarina – ISDCSC foi erigido canonicamente pelo Arcebispo Metropolitano de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, em 16 de julho de 2016, e está sediado em Florianópolis, Santa Catarina.

O ISDCSC tem como finalidade formar canonistas cônscios da sua missão de especialistas no Direito Canônico, com sólida formação nas ciências jurídicas, grande sensibilidade às situações sociais de cada tempo e local, para poderem aplicar o direito com equidade, contribuir na elaboração de novas leis e garantir o desenvolvimento da ciência canonística, através da pesquisa, do ensino e da prática jurídica eclesial.

Se os desafios que envolvem o matrimônio e a família já justificam a criação de um instituto que promova o estudo jurídico-canônico, a Igreja, sobretudo no Brasil, precisa promover a formação de um número maior de especialistas em Direito Canônico, seja para o serviço nos Tribunais Eclesiásticos, para os serviços administrativos, de assessoria e consultoria nas cúrias diocesanas ou em outros âmbitos da vida eclesial, seja para o ensino e o desenvolvimento da ciência jurídico-canônica.

Fotos: Kátya de Souza

Texto: Everton Marcelino

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*