Nos dias 25 e 26 de agosto, aconteceu no Centro de Formação Católica de Lages (SC), a 50ª Assembleia Regional de Pastoral do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Com a proposta de uma profunda reflexão sobre os passos a serem dados, enquanto Regional, no que se refere a Iniciação à vida cristã, a Assembleia reuniu os 10 bispos do estado de Santa Catariana, coordenadores diocesanos de pastoral, ecônomos e representantes regionais de pastorais, movimentos e organismos.

A partir da aprovação do texto pela 55ª Assembleia Geral da CNBB, que aconteceu em Aparecida em maio deste ano, a Igreja no Brasil aprofundou ainda mais a reflexão sobre a Iniciação à vida cristã. No estado de Santa Catarina não foi diferente. O assunto já foi refletido durante a primeira reunião do Conselho Regional Pastoral de 2017, e agora volta como tema central da Assembleia Regional Pastoral.

Em sua fala de abertura, dom João Francisco Salm, presidente do Regional Sul 4, acolheu a todos os participantes, em especial a dom Francisco Carlos Bach, bispo de Joinville, que participa pela primeira vez de uma assembleia como bispo do Regional. Dom Salm ainda falou do espírito da Assembleia e da importância dos temas a serem trabalhados durante o evento para o trabalho pastoral nas 10 diocese do estado. ‘Esta Assembleia alem de ser histórica, por se tratar da 50ª, nos fará refletir e muito sobre a ação evangelizadora em território catarinense’, comentou o bispo.

Na primeira parte da manhã do dia 25, os participantes da assembleia contaram com uma apresentação do monitoramento das atividades do Plano Regional de Pastoral 2015-2019. Logo após todos foram convidados a refletir sobre a caminhada que a Igreja fez dez anos após a Conferência de Aparecida com a assessoria do secretário executivo do Regional Sul 2 da CNBB, padre Mário Spaki. Já na segunda parte da manhã, juntamente com padre Mario Spaki, o coordenador regional da Pastoral Vocacional/SAV, padre Marlon Malacoski, apresentou a proposta de projeto vocacional que foi assumida por todos os participantes da assembleia. Este projeto tem o intuito de propagar a cultura vocacional na vida das comunidades, das famílias, entre os jovens, utilizando também das novas ferramentas dos meios de comunicação. A apresentação do projeto vocacional foi encerrada com a presença dos bispos do Regional que juntos com o povo rezaram uma dezena do Rosário por todas as vocações do território catarinense.

A parte da tarde do primeiro dia da Assembleia Regional de Pastoral foi dedicado ao aprofundamento do tema central do evento. Com a colaboração do assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, padre Marcos Antonio Depizolli, os participantes puderam refletir a caminhada feita até aqui através de testemunhos e da vivência desta grande experiencia da Igreja. Além disso o momento serviu para contextualizar o processo de elaboração do documento 107 da CNBB, e de como o grupo presente poderia contribuir para que todas as comunidades pudessem conhecer o processo de Iniciação à vida cristã e repensar a transmissão da fé.

A partir da assessoria, foi encaminhada a todas as dioceses um texto-mártir com indicações, a partir do documento 107 da CNBB, na ótica da realidade catarinense. O texto será avaliado por todas as dioceses e devolvido ao secretariado regional para averiguações e adequações. Logo após o estudo do tema central, aconteceu na capela do Mosteiro das Irmas Clarissas a primeira missa da 50ª Assembleia, presidida pelo bispo de Joaçaba, dom Mário Marquez.

Ainda na noite do dia 25, foi apresentado pela assessoria de comunicação o novo portal do Regional Sul 4 da CNBB, o cnbbsul4.org.br. A criação do site buscou integrar, em uma só plataforma, as modernas tecnologias para facilitar a acessibilidade das informações e principalmente aumentar a sinergia entre a produção de conteúdo e a sua distribuição nos diversos canais de comunicação do Regional. Após o lançamento do portal, a partir da apresentação de um vídeo comemorativo pelas 50 Assembleias já acontecidas, dom Salm lançou uma proposta de preparação de todas as dioceses para as comemorações dos 50 anos de instalação do Regional Sul 4 da CNBB, que acontecerá em 2020.

O segundo dia de Assembleia teve início com a celebração da missa presidida por dom Francisco Carlos Bach. A missa teve por intenção os bispos já falecidos do Regional. A primeira atividade do dia foi um aprofundamento sobre o Ano do Laicato que acontecerá em 2018 em todo território brasileiro. O tema foi apresentado pelo coordenador regional da Pastoral Familiar, Cleuton Farias Gomes e pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, dom Severino Clasen.

A 24ª Romaria da Terra e das Águas, que acontece no próximo dia 10 de setembro, também foi assunto do dia. Padre Lino Brunel, coordenador de pastoral da diocese de Tubarão, deu os últimos encaminhamentos sobre a organização e realização do evento.

Encerrando as atividades da 50ª Assembleia Regional de Pastoral, a diocese de Rio do Sul conduziu a oração de encerramento, consagrando todo o estado de Santa Catarina, neste Ano Mariano, sob a intercessão da padroeira do Brasil.

Por CNBB Sul 4

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*