No dia 24 de abril, domingo, aconteceu a Formação Missionária Arquidiocesana, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em São José. Mais de 90 pessoas participaram do encontro, com representatividade da maioria das regiões forâneas da arquidiocese.

O tema do Ano Jubilar Missionário foi o assunto norteador do encontro, conduzido pelo assessor arquidiocesano para a missão, Marciel Linhares.

O momento de partilha iniciou com os missionários que fizeram parte do Projeto Igrejas Irmãs. Eles deram seu testemunho nos trabalhos e vivências com o povo do sertão baiano na década de 1980. Foi a partir deste projeto que a Arquidiocese de Florianópolis assumiu como “igreja-irmã” a Diocese da Barra, na Bahia, que neste ano faz 40 anos.

Domingos Pereira falou sobre a caminhada das Santas Missões Populares na Diocese da Barra, ao longo destes vinte anos.

Outro momento de partilha foi sobre experiências das ações que a arquidiocese assumiu em vista do Ano Jubilar Missionário, através dos Conselhos Missionários Paroquiais (COMIPA), a Infância e Adolescência Missionária (IAM), a Obra dos Cenáculos Missionários (COM) e as Santas Missões Populares (SMP).

A missionária Bernadete Becker, de Brusque, iniciou falando do início do grupo da Obra dos Cenáculos Missionários em sua paróquia. E os participantes da Paróquia São Judas Tadeu, de Águas Claras, também em Brusque, expuseram sobre o trabalho que estão realizando com as comunidades para dar a conhecer e iniciar a IAM. Lá, o pároco, os integrantes do COMIPA e os assessores da IAM com crianças estão realizando todos os meses a visita numa comunidade e, ao final da Celebração Eucarística, apresentam a IAM. Nesta paróquia, no dia 29 de março, o COMIPA iniciou um grupo da Obra dos Cenáculos Missionários. Eles se reunirão todos os meses para realizar o Cenáculo. Sobre as Santas Missões Populares (SMP), alguns integrantes do grupo missionário da Paróquia Nossa Senhora do Rosário apresentaram a experiência das Santas Missões Populares que acontece há mais de dez anos.

A secretaria da Animação Missionária Arquidiocesana, Zenir Gelsleichter, falou da alegria deste dia de formação, e que os testemunhos enriquecem e fortalecem nossa caminhada, como deseja o Papa Francisco, de sermos uma “igreja em saída”. Zenir também falou das lives que estão sendo realizadas pela arquidiocese com os temas deste  Ano Jubilar Missionário.

O coordenador arquidiocesano de Pastoral, Pe. Alcides Albony Amaral, destacou a importância de encontros como este e que, ao voltarem para suas foranias, os participantes sejam agentes motivadores em suas paróquias e também nas paróquias vizinhas. A finalização deste dia de formação aconteceu com a Celebração da Santa Missa, presidida pelo Pe. Alcides.

Por Zenir Gelsleichter
Secretaria de Animação Missionária da Arquidiocese de Florianópolis

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*