Você já ouviu falar do Movimento de Mães que Oram pelos Filhos? Ele nasceu em uma paróquia de Vitória, Espírito Santo, em 2011. Ainda pequeno, o grupo era formado por 20 jovens mães, com imensa vontade de interceder pelos filhos.

Formou-se então um exército de mães que oram e em 2014 o grupo passou a ser reconhecido pela Arquidiocese de Vitória como “Movimento de Mães que Oram pelos Filhos”, tendo como orientador espiritual o Pe. Anderson Gomes. O movimento escolheu Nossa Senhora da Salete como padroeira, e Santa Mônicacomo co-padroeira.

O carisma do movimento é restaurar as famílias pelo poder da oração de intercessão. O tripé de sua espiritualidade é obediência, humildade e unidade. Os encontros são realizados em três momentos: terço mariano pelos filhos, formação (Escola de Nazaré) e a lectio divina.

Em Santa Catarina, o movimento teve início em novembro de 2016, na Paróquia São Francisco de Assis, Aririú, em Palhoça. “Lemos o manual e os materiais de apoio, conversamos com o nosso pároco na época, Pe. Marcelo Fraga, que nos apoiou consentindo com a abertura do grupo na comunidade Santo Anjo da Guarda, bairro Guarda do Cubatão, em Palhoça”, explicou a coordenadora estadual, Lenita Werlich, que participa até hoje deste grupo.

Mais três comunidades da paróquia iniciaram um grupo. “Contamos também com a ajuda do seminarista Claiton Silva, que faz pastoral em nossa paróquia nas formações da Escola de Nazaré”, disse Lenita.

Nos dias 13 a 15 de abril ocorre o 4º Encontro Nacional do movimento, na casa de formação da Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

Comece em sua paróquia
A mãe que sentir o chamado e o desejo de formar um grupo em sua paróquia pode contatar o site – www.maesqueorampelosfilhos.com ou o telefone (48) 9-8427-6113, com Lenita.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*