O tempo livre das férias pode ser bem aproveitado de diversas formas: orações, celebrações, descanso, lazer, passeios, convívio familiar e comunitário, entre outros.

Diante de tantas possibilidades de atividades, a alimentação pode ficar para um segundo ou terceiro plano. Encontrar o sabor nos alimentos pode se tornar uma grande fonte de satisfação e prazer durante as férias.

O Brasil é o maior produtor de alimentos com agrotóxicos do mundo. Por ano, cada pessoa consome 7,3 litros de veneno. Infelizmente, há muitos agrotóxicos que há muito tempo foram proibidos em países da Europa e nos Estados Unidos, que aqui ainda são utilizados na agricultura convencional. A ingestão de alimentos com agrotóxicos pode causar diversas doenças, tais como: problemas hormonais, motores e mentais, distúrbios hormonais diversos, câncer de diversos tipos, doença de Parkinson, entre outras.

Algumas dicas que poderão ser adotadas neste período de férias e incorporadas como um novo estilo de vida:

  • substitua alimentos processados industrialmente por saudáveis orgânicos.
  • adquira alimentos diretamente de agricultores familiares orgânicos em feiras livres.
  • escolha receitas de pratos vegetarianos.
  • faça passeios com sua família em comunidades rurais, proporcionando o contato com agricultores familiares orgânicos e com a natureza.
  • conheça projetos de acolhida na colônia, onde agricultores familiares orgânicos hospedam famílias em suas propriedades.
  • faça jejum, nas sextas-feiras não consuma carne vermelha.
  • faça em sua casa uma pequena horta caseira, onde podem ser cultivados alimentos para suas refeições.
  • conheça o trabalho com plantas medicinais realizado pela Pastoral da Saúde em suas cidades e dioceses.
  • crie em sua casa um espaço para fazer compostagem dos resíduos orgânicos produzidos por sua família.

Matéria publicada na página 17 da Revista de Verão 2019

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*