Centenas de devotos provenientes de diversas cidades de Santa Catarina e do Paraná, reuniram-se no sábado, 24, na Igreja dedicada a São Bonifácio, em Taquaras, Rancho Queimado (SC), para participar da Missa em ação de graças pela vida e testemunho da jovem Maria Amida Kammers. Rezaram também pedindo a abertura do seu processo de beatificação, ela que é considerada mártir da castidade, pelos devotos.

A Celebração Eucarística foi marcada pela emoção e presidida pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de Angelina, Pe. Frei Paulo Cézar Borges, OFM, e concelebrada pelos padres Valdir Stahelin e Paulo Sérgio Chaves. Contou com o auxílio do Diácono Francisco Assis Schwinden. As Irmãs Franciscanas de São José, residentes em Angelina, também se fizeram presentes, assim como o prefeito municipal de São Pedro de Alcântara, cidade natal de Maria Amida, Ernei Stähelin, dentre outras autoridades.

A Celebração ocorreu um dia antes em que, há 57 anos, Maria Amida foi barbaramente assassinada em Santo Amaro da Imperatriz por defender sua castidade, pureza e honra. Ela tinha 20 anos e dez meses de idade e era membro da Pia União das Filhas de Maria.

Já está agendada pela Paróquia de Angelina a terceira Missa em honra a Maria Amida, para o último sábado do mês de novembro de 2019.

 

 

 

 

 

Por Toni Jochem

 

 

 

 

 

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*