No dia 24 de setembro, o jovem Rodrigo Laufer será ordenado presbítero, na Igreja Matriz da Paróquia São João Batista, no bairro São João, em Itajaí, pela imposição das mãos e prece de ordenação de Dom Wilson Tadeu Jönck.

O jovem de 34 anos escolheu para seu lema presbiteral: “Tende em vós o mesmo sentimento de Cristo Jesus” (Fl 2,5). A escolha, segundo ele, “foi aos poucos fazendo sentido e, quando percebi que ele é um chamado para todo cristão, vi que o configurar-se a Cristo consiste em ter em mim os seus sentimentos. Ficou claro que essa devia ser minha meta, que esse devia ser o lema para me orientar na vida de cristão e no ministério ordenado”.

Discernimento vocacional

Atuante na Igreja desde pequeno, aprendeu com os pais a participar e servir na comunidade, com simplicidade e generosidade, com vida pastoral ativa na Paróquia São Vicente, na comunidade Nossa Senhora Aparecida e nos últimos anos antes de entrar no seminário, na Paróquia São João Batista, ambas em Itajaí.

Rodrigo até pensava em ser padre quando criança, mas quando após a Crisma começou a participar de um grupo de jovens essa ideia ficou de lado. “Percebi que para ser santo e viver as coisas de Deus não necessariamente precisava ser padre. Depois fui aos poucos sempre me envolvendo mais com a Igreja e a evangelização da juventude. Em tudo isso era feliz e experimentava o amor de Deus, mas sentia que faltava algo, que era chamado para algo além do que estava experimentando”, recorda.

Como não chegava a uma visão clara de sua vocação, decidiu fazer uma experiência missionária de um ano na ilha do Marajó (PA). “Foi quando eu estava em uma escola de formação para líderes e missionários da Renovação Carismática Católica, para me preparar para a missão, que tive um discernimento mais claro da minha vocação. Ao ouvir o testemunho de dois padres jovens e de como viviam e anunciavam o Evangelho, senti que era assim que queria viver”, explica.

Quando voltou, contou para a família e para o seu pároco sobre a decisão e começou o processo de acompanhamento vocacional com o Padre Vânio da Silva.

Caminho de formação vocacional

Entrou no Seminário Propedêutico Monsenhor Valentim Loch em 2014. Nos anos de 2015 a 2017, morou no Seminário Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, em Azambuja, em Brusque e frequentou a Faculdade São Luiz, onde completou os estudos filosóficos. Nestes anos fez pastoral na Paróquia Santo Antônio, em Itapema (2015), e na Paróquia Senhor Bom Jesus, em Camboriú (2016 e 2017).

De 2018 a 2021, morou no Seminário Teológico da Arquidiocese, chamado Convívio Emaús, em Florianópolis, período em que fez os estudos teológicos na FACASC.

No ano de 2018, seu estágio pastoral foi na Pastoral Vocacional da Arquidiocese; em 2019 e 2020, foi na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em Canasvieiras, em Florianópolis, e em 2021, na Paróquia São Sebastião, em Tijucas.

“Desejo ser um padre segundo o coração de Deus, segundo a sua vontade e de acordo com a necessidade presente do povo de Deus. Ser um padre para a Igreja de hoje”, finaliza.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*