No próximo dia 13 de novembro, fiéis da Igreja Católica de todo mundo se unem para vivenciar o VI Dia Mundial dos Pobres. A data foi instituída pelo Papa Francisco em 2016, no Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, e tem como objetivo trazer a reflexão sobre a pobreza e as causas que levam milhares de pessoas ao empobrecimento. Para 2022, o tema escolhido pelo Papa Francisco é “Jesus fez-Se pobre por vós (2 Cor 8,9).

O desejo do pontífice que a Igreja seja protagonista no combate à pobreza. “O Dia Mundial do Pobre é uma oportunidade de graça, para fazermos um exame de consciência pessoal e comunitário, interrogando-nos se a pobreza de Jesus Cristo é a nossa fiel companheira de vida”, afirma o Santo Padre.

Na Arquidiocese de Florianópolis, que compreende 30 municípios, diversas entidades e ações sociais realizarão celebrações e atividades para marcar a data em suas paróquias.

A Ação Social Paroquial de Ingleses (ASPI) antecipou as atividades e realizou no dia 5 de novembro, em parceria com o Instituto “O Bem Nunca Para”, uma palestra para as famílias cadastradas pela instituição, trazendo uma nova perspectiva para uma mudança real de vida através do desenvolvimento pessoal e cada pessoa a assumir a responsabilidade pela construção da sua própria história. Foram entregues 120 cestas básicas doadas pelo instituto, além de leite e alimentos avulsos pela Ação Social Paroquial, doações de roupas e calçados da Rede Somar, deram orientações sobre direitos pela assistente social Ister, da Faculdade Uninter, e distribuição de senhas para cursos gratuitos em parceria com CEDEP/Correio de Ingleses. No dia 8 de novembro, integrantes do Projeto Zeladoria do bairro-AMA ministraram uma palestra na Ação Social da Paróquia Sagrados Corações.

Em São José, a Paróquia Sagrados Corações, de Barreiros, fará um almoço com os irmãos da rua na sexta-feira, dia 11, no Centro de Pastoral Pe. Justino. A atividade abre a programação do 1º Congresso Eucarístico Paroquial, de 11 a 15 de novembro.

Na Coloninha, será realizada a divulgação das ações da Ação Social Santa Maria Goretti, da paróquia, no fornecimento de 150 cestas básicas mensais, os projetos desenvolvidos e os projetos em análise. Para dar visibilidade e buscar a colaboração dos paroquianos sobre as questões que o Papa propõe, será apresentado no final da celebração de sábado, dia 12 de novembro, com coleta de alimentos às 15h da catequese e no domingo, dia 13, na celebração da comunidade.

Ainda na parte continental da capital, o Centro de Integração Santa Dulce dos Pobres (ASA), localizado na Vila Aparecida, em parceria com a Paróquia Nossa Senhora do Carmo, de Coqueiros, vai realizar no dia 19 uma roda de conversa com famílias beneficiadas pela instituição e pela Pastoral Social de Coqueiros, com avaliação do ano, apontamento de indicativos de ações e confraternização.

Em Itajaí, a Paróquia São João Bosco vai realizar atividades e doações na sede da Associação dos Portadores de Deficiência Física (APDEFI), no dia 19 de novembro. A programação inicia às 10h, com a bênção do pároco, seguido de um bingo com os associados e atividades para crianças. Haverá um almoço e, na parte da tarde, momento de música e oração com um ministério de música católico, com um café da tarde para encerrar.

Na cidade de Palhoça, a Paróquia Bom Jesus de Nazaré vai realizar junto com a Pastoral do Povo de Rua um dia especial para as pessoas em situação de vulnerabilidade no dia 20 de novembro, nas instalações da Igreja Matriz de Palhoça. A agenda de atividades conta com oferta de café da manhã e almoço, distribuição de kits de higiene pessoal, banho, cortes de cabelo, maquiagem, sala de cuidados, com reflexologia, ioga, e profissional para orientar higiene bucal, além de oferecer kits para este fim. Na programação também terá apresentações musicais e sessão de cinema. Tudo está sendo preparado pela Pastoral do Povo de Rua de Palhoça em parceria com comunidades que fazem parte da Paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré.

Estas são algumas das atividades que serão realizadas em toda arquidiocese para refletir e realizar ações concretas pela passagem do Dia Mundial dos Pobres.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*