Voluntárias na confecção de enxovais, na sala Santo Antônio, em Balneário Camboriú

Voluntárias na confecção de enxovais, na sala Santo Antônio, em Balneário Camboriú

Paróquia de Balneário Camboriú desenvolve amplo trabalho na área social que serve de exemplo

Desde 1976, a Paróquia São Sebastião, Bairro Ariribá, de Balneário Camboriú, promove uma série de atividades através do Centro Social São Sebastião, localizado em anexo à Igreja Matriz. Em maio de 2012 começou a fazer parte da Ação Social Arquidiocesana (ASA). A inciativa iniciou com voluntárias que faziam trabalhos manuais para atender as grávidas e recém-nascidos.

No local são atendidas e encaminhadas pessoas para diversas especialidades médicas, crianças para o tratamento de fisioterapia e odontologia e fornecidos equipamentos para portadores de necessidades especiais. As mais de 60 pessoas voluntárias também conseguem remédios para os enfermos de baixa renda.

Entre os voluntários, a aposentada Ieda Fontanella está há 15 anos no Centro Social, da qual já foi presidente. A viúva e mãe de três filhos destacou que é gratificante seguir os ensinamentos de Jesus, em busca do mais necessitado. “Para mim é o que fazemos que dá o exemplo para as pessoas. Não só o material, mas levar uma palavra de fé, de otimismo. Ir ao encontro do mais pobre”, disse.

Ieda e os voluntários ainda encontram tempo para fazer visita periódica nas casas das pessoas cadastradas, para ver realmente a situação em que se encontram.

Toda segunda-feira à tarde ocorre na Igreja Matriz o “Bazar da Caridade”, onde as 54 famílias cadastradas recebem alimentos e roupas. Os moradores de rua também são assistidos.

unnamedPara sustentar a caridade social, nas terças-feiras acontece um brechó. Neste mesmo dia, na sala Santo Antônio, 35 senhoras confeccionam enxovais e outros trabalhos manuais para gestantes e idosos. Fraldas geriátricas são produzidas e doadas aos necessitados e pessoas acamadas da Paróquia.

Ainda fazem parte do Centro Social dois clubes de mães: um na Capela São Francisco de Assis e outro na Comunidade de Nossa Senhora de Fátima. Ambos trabalham com a economia solidária.

Uma das metas agora é a conclusão da sede própria que está em construção, desde maio de 2014, em uma área de mil metros quadrados. O Centro Social precisa de doações para finalizar os trabalhos. Para colaborar, entre em contato através do telefone (47) 3360-4321 ou na Avenida do Estado, 1750, Ariribá.

Matéria publicada na edição de julho do Jornal da Arquidiocese, página 10. 

1 Comentários, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*