A partir do momento em que o divórcio foi instituído no Brasil, em 1977, uma nova realidade começou a surgir nas famílias do país. O que há 40 anos era exceção, tornou-se comum encontrar nas salas de aula alunos que são filhos de pais separados. Compreender essa nova realidade e ver como agir para manter o desenvolvimento saudável dos filhos é um dos ganchos da palestra que o jornalista Paulo Scarduelli e a pedagoga Rosana Raulino vão apresentar nesta terça-feira (2), a partir das 19h30, dentro da Escola de Pais, oferecida gratuitamente pelo Colégio Salvatoriano Nossa Senhora de Fátima, do Estreito.

Tanto Paulo quanto Rosana passaram pelo processo de separação, depois que já tinham os filhos. Com ela, isso aconteceu há cerca de 20 anos, e o casal de filhos ficou morando com ela. Com Paulo, a história foi semelhante e ocorreu 10 anos atrás. No caso dele, foram três filhos, que na época tinham menos de 10 anos de idade. A experiência, somada aos estudos sobre o tema, levaram os dois a desenvolver a palestra.

“De que serviria a nossa existência se não fosse pela oportunidade de fazer deste um mundo melhor? E foi com essa intenção que eu e a Rosana abraçamos de coração aberto o desafio de, pela primeira vez, contar nossas histórias numa palestra”, revela Scarduelli.

A Escola de Pais Sagrada Família surgiu em 2017 visando proporcionar aos pais uma formação, através da abordagem de temas relacionados à vida familiar e ao processo de educação integral dos filhos. O formato é através de um ciclo de palestras mensais, de cerca de 90 minutos. Ao longo do ano, a Escola de Pais terá nove encontros, abordando temas variados, como a saúde mental, como enfrentar os traumas, a questão da segurança das crianças no mundo urbano, entre outros. Ano passado, cerca de 80 pais participaram em média de cada encontro. E o evento é aberto à comunidade.

Mais informações sobre a Escola podem ser obtidas com o professor Ricardo Marques, pelo fone (48) 3244.0455.

Por Paulo Scarduelli

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*