Prestes a completar 90 anos, Jaime Manoel do Amaral tem sido um missionário em meio a pandemia, mesmo sem sair de casa. Em um ano, o piedoso senhor já confeccionou a próprio punho mais de 650 terços doados a pastorais, comunidades e famílias.

Jaime Manoel do Amaral, sempre foi uma pessoa de oração e temente a Deus junto a sua esposa, dona Vanilda do Amaral, com quem é casado há 60 anos, tendo quatro filhos, netos e bisnetos.

Tudo começou em meados de 2014, quando a Igreja Matriz da Paróquia Santo Antônio, de Campinas, em São José, precisou de auxílio para a confecção de cordinhas para sua tradicional novena em honra a Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Como grande artesão que sempre foi, ele se mostrou interessado em confeccioná-las já que participava como noveneiro fiel. Começou a fazer esse trabalho como forma de ocupar o seu tempo e auxiliar na evangelização de tantas pessoas. Sempre com muito amor! Com o tempo, foi obrigado a parar por causa de um problema de saúde nas articulações.

Sua filha Cândida procurava algo para ocupar o tempo do pai. Atuando desde 2013 como coordenadora da Ação Social da paróquia, em meio muitas doações recebidas, Cândida percebeu que boa parte eram de bijuterias, miçangas e terços arrebentados que precisavam ser restaurados. Jaime era a pessoa certa para o trabalho. A princípio começou a fazer pulseirinhas para serem doados para as crianças cadastradas na Ação Social! Foi um sucesso! Já no ano passado fez o propósito de ler a Bíblia por inteiro e com a graça de Deus conseguiu conclui-la mesmo com suas limitações de saúde e idade avançada.

Quando todas as crianças haviam recebido as pulseirinhas, teve a ideia de começar a confeccionar os terços para serem doados. Estes terços começaram a ser confeccionados antes da pandemia! Parte dos materiais ele ganhava e outra parte comprava com seu próprio recurso.

Jaime se sente realizado fazendo este trabalho e sente a presença de Deus em cada terço que confecciona. Nunca esteve tão feliz como agora, a realizar este trabalho de caridade, pois todos os terços são doados. A ideia é distribuir para famílias carentes e enviar para locais de missão. Esse trabalho vai continuar com a graça de Deus e pelo belo testemunho de Jaime.

Informações de Gustavo Hames e colaboração de Zenir Gelsleichter (Secretaria de Animação Missionária).

2 Comments, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*