unnamed (1)Com a participação de representantes das dez Dioceses de Santa Catarina, o Regional Sul 4 da Pastoral Familiar promoveu, de 10 a 12 de março, em Joinville, o primeiro encontro deste ano, com formação centrada no Setor Pós Matrimonial.

O Arcebispo e Bispo Referencial do Sul 4 da Pastoral Familiar – Dom Wilson Jönck, scj, participou das atividades de domingo, e reforçou o pedido para que “todos os movimentos e serviços estejam abertos e integrados, sem perder suas identidades, mas colocando o foco na família”. Lembrou que para isso há necessidade de formação permanente.

O Arcebispo comentou que há muitas atividades a serem efetuadas e que é essencial o “acompanhamento de perto das famílias que precisam ser ouvidas”. Segundo Dom Wilson “o cuidado com a iniciação cristã é fundamental e deve proporcionar o encontro com Cristo”. Desafiou os agentes de pastoral de todas as dioceses a participarem ativamente da Iniciação a Vida Cristã, “fazendo a experiência e sendo instrumentos auxiliadores”, finalizou.

unnamedNo sábado, a formação foi feita pela professora, Dra. Clélia Peretti, da PUC de Curitiba, que fez uma abordagem sobre os desafios da Pastoral Familiar à luz da exortação Amoris Laetitia. Ela afirmou que as duas atitudes básicas do Setor Pós Matrimonial são de conduzir e cuidar, buscando descobrir a atual realidade das famílias e acolher com carinho.

Oportunidade de formação

 Na linha do que foi sugerido por Dom Wilson, a Arquidiocese oferece formação de Agentes de Preparação para o Matrimônio, dias 25 e 26 de março, com os assessores da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), Karina e André Parreira.

Nesta formação será trabalhado o Encontro Personalizado de Preparação para a Vida Matrimonial, com nova metodologia, e realizado na forma de acolhimento.

Os participantes que poderão escolher o dia e local mais apropriado para sua participação: sábado, dia 25, na Ponte do Imaruim – Palhoça – e domingo, 26, em Camboriú.

Informações em sua paróquia ou pelo e-mail [email protected]

Por: Sarita e Mário Prisco – Coordenação Arquidiocesana da Pastoral Familiar

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*