(Criada a 31 de julho de 1873)

CNPJ 83.932.343/0010-02

Endereço Rua Padre Gattone, 75 Centro

88350-350 Brusque – SC

Caixa Postal 70

Fone/Fax (47) 3351-1258/3351-1063

E-mail [email protected]

Site www.paroquiasaoluisgonzaga.com

Facebook: Paróquia São Luis Gonzaga – Brusque

Expediente de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 18h

sábado, das 8h às 11h30

Secretárias Aline Beatriz Haag
Eduarda Alves

Silvia Clérici

Administrador Valmir Kolher

Financeiro [email protected]

Pároco Pe. Magnos José Baron Caneppele, SCJ

Vigários Pe. Adilson José Colombi, SCJ

Pe. Aléssio da Rosa, SCJ

Pe. Flávio Morelli, SCJ

Pe. Valdir Vicentini, SCJ

Comunidades

Padroeiro(a)                                                                                        Localidade                                             Criação

1 Matriz: São Luís Gonzaga                                                             Centro                                                      1873

2 São João Batista                                                                              Bateias                                                     1945

3 Santa Rita                                                                                        Santa Rita                                                1967

4 Sagrado Coração de Jesus                                                           Guarani                                                     1972

5 Nossa Senhora de Fátima                                                           Jardim Maluche                                       1974

6 Nossa Senhora de Lourdes                                                         Alsácia/São Pedro                                   1975

7 Cristo Rei                                                                                        São Luiz                                                      1977

8 Nossa Senhora Aparecida                                                           Steffen                                                       1980

9 São José                                                                                          1º de Maio                                                 1995

10 Santa Paulina                                                                               Lagoa Dourada                                        2004

11 Santo Antônio                                                                                Volta Grande

12 São Francisco de Assis                                                              Cerâmica Reis                                           2011

HISTORICO

Criada em 31 de Julho de 1873 (142 anos)

Brusque foi mandada criar pelo Aviso Imperial de 18 de novembro de 1859, simultaneamente com as colônias de Teresópolis e Angelina. Foi efetivamente fundada a 4 de agosto de 1860, com a chegada do Barão Von Schneeburg, acompanhado de 59 colonos alemães, vindos de Baden, Oldenburg e do Reno. Levaram seis dias para subir o rio Itajaí. Durante nove meses permaneceram em um barracão até que pudessem tomar posse de suas terras, ocupadas por colonos vizinhos que haviam expandido seus limites.

No final deste mesmo ano, nova leva de emigrantes alemães chegam à colônia, fazendo com que a população da colônia atingisse o número de 90 famílias, num total de 406 pessoas. No ano seguinte a população alcança a casa das 657 pessoas, graças à propaganda feita na Europa.

Nos seus primórdios a população era atendida pelos Padres de Gaspar. O primeiro padre a visitar a colônia foi Pe. Alberto Gattone, nomeado em 1861 primeiro Vigário de Gaspar. A 15 de junho deste ano Pe. Gattone realiza o primeiro batizado e casamento.

A insistência popular para que se construísse uma igreja era grande. Como não vislumbravam nenhuma perspectiva por parte do Governo, os senhores Pedro Werner e Pedro Jacob Heil, a 24 de maio de 1864, tomam a iniciativa da construção, que, dois anos mais tarde, era inaugurada na sede da Colônia. Uma Portaria Imperial de 16 de abril de 1867 cria então a Capelania.

A Lei Provincial nº 167, de 31 de julho de 1864, cria o Distrito de Brusque.
Em 21 de maio de 1867, Pe. Gattone fixa definitivamente residência em Brusque, aí permanecendo até 1882, quando, bastante debilitado, muda-se para o Rio de Janeiro, onde faleceu a 20 de janeiro de 1901.

A 31 de julho de 1873, pela Lei Provincial nº 693, era criada a Freguesia São Luís Gonzaga, formada pelos distritos de Colônia Itajaí (Brusque) e Colônia Príncipe Dom Pedro, sendo nomeado seu primeiro Pároco Pe. Alberto Gattone.

Em 1874, a 21 de junho, acontecia o lançamento da pedra fundamental da nova Igreja Matriz, em estilo gótico, medindo 20 metros de comprimento por 16 de largura e com uma torre de 25 metros de altura, em substituição à anterior, já muito pequena para atender à crescente população do local.

Em 1875 começam a chegar os primeiros colonos italianos que, no ano seguinte, já atingiam o número de cerca de 1.300 pessoas. É desta leva de italianos que nasce a história do vale de Azambuja. A partir desta época chegam também franceses e poloneses

A Lei nº 920, de 23 de março de 1881 elevou Brusque à categoria de Município, com território totalmente desmembrado de Itajaí, com a denominação de “São Luís Gonzaga”. A instalação do Município aconteceu a 8 de julho de 1890. A 17 de janeiro de 1890, pelo Decreto nº 77, o Município passou a denominar-se Brusque, em homenagem ao então Governador da Província, Dr. Francisco Carlos de Araújo Brusque.
A primeira Visita Pastoral, feita por Dom José de Camargo Barros, Bispo de Curitiba, aconteceu em 25 de agosto de 1895.

Em 1905 os Padres do Sagrado Coração de Jesus assumiram a Paróquia.
A 1º de setembro de 1905, Dom Duarte Leopoldo e Silva separou da Paróquia, o Santuário de Azambuja, que permaneceu como Curato.

Dom João Becker, primeiro Bispo de Florianópolis, fez sua Visita Pastoral a Brusque, nos dias 22 a 27 de maio de 1909. Nesta ocasião inaugurou o Colégio Paroquial, que mais tarde passou a denominar-se Grupo Escolar Santo Antônio, hoje Colégio São Luís.
A 31 de julho de 1912, por Decreto Episcopal, foi desmembrada de Brusque a Paróquia de Porto Franco, atualmente Botuverá.

Em 1930 são trazidos da Alemanha, quatro grandes sinos, instalados na Igreja Matriz.
A 23 de abril de 1953, após transladação da imagem de São Luís Gonzaga para a Casa São José, preparada para funcionar provisoriamente como Igreja Matriz, foi iniciada a demolição da antiga igreja matriz, para dar lugar a uma nova e majestosa Igreja, projeto do Arquiteto Gottfried Boehm.

A 25 de abril de 1955 foi benta a pedra fundamental de uma nova igreja matriz. O imponente templo, totalmente construída de blocos irregulares de granito, possuindo 16 colunas a sustentar a abóboda de 26,40 metros e um imponente pórtico, onde foram colocados os sinos, foi inaugurado em 1960.
Em maio de 1956 a Paróquia São Luís recebe a visita do Coração do Beato Roque Gonçales. Houve celebração especial na Igreja Matriz e na Capela do Cedro.

Além da Paróquia de Botuverá (1912), foram desmembradas de Brusque, as seguintes Paróquias: em 19 de março de 1963, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Guabiruba; em 16 de fevereiro de 1969, a Paróquia Santa Catarina, da localidade de Cedro, hoje Dom Joaquim e, a 13 de janeiro de 1974, a Paróquia Santa Teresinha, do bairro do mesmo nome.

]A 22 de maio de 1996, enquanto ocupava o cargo de Pároco de São Luís Gonzaga, Pe. Carmo João Rohden, SCJ, recebe a comunicação oficial de que SS. o Papa João Paulo II o havia escolhido para Bispo Diocesano de Taubaté, em São Paulo.