No Dia Mundial de Oração pelas Vocações, 07 de maio, José Silvano Torquato e Paulo Stippe Schmitt foram ordenados diáconos na Paróquia São João Evangelista, em Biguaçu, durante Missa presidida pelo Arcebispo de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, scj.

A igreja ficou lotada, onde caravanas de diversas comunidades estiveram presentes na celebração. O povo demonstrava um grande carinho pelos dois jovens a cada cumprimento oferecido. Além disso, padres e diáconos da Arquidiocese também participaram da celebração.

O rito de ordenação teve início logo após a leitura do Evangelho. José e Paulo foram chamados e o reitor do seminário de teologia da Arquidiocese, Pe. Vânio da Silva, pediu oficialmente ao bispo o Sacramento da Ordem aos dois presentes. Após acolher o pedido, Dom Wilson deu início a homilia.

O Arcebispo ressaltou que o diaconato é “estar em vista daquilo que Cristo veio realizar no mundo”, e que eles são “colocados para auxiliar os padres e bispos no trabalho de evangelizar as comunidades”.

Depois da homilia, foi dada sequência ao rito de ordenação, com momentos de oração, imposição de mãos do Arcebispo, imposição da estola diaconal e revestimento da dalmática, e entrega do evangeliário.

Veja as fotos

O lema escolhido pelos seminaristas foi – “Servos do senhor, bendizei o senhor” (Dn 3,85). Paulo falou que a missão do diácono é “estar a serviço do povo de Deus” e que o sacramento tem a importância de “formar para o serviço da palavra, liturgia e caridade”.

José, que se mostrava muito feliz no semblante, falou que os amigos fortalecem e ajudam na vocação. “Tem pessoas que ajudam a gente a viver este chamado que Deus faz intimamente a cada um de nós”, afirmou Torquato.

   As mães dos novos diáconos ficaram bastante emocionadas com seus filhos. Dona Tereza, mãe de José, disse que estava “muito alegre por estar seguindo o sonho dele”. Já Maria de Fátima, mãe de Paulo, afirmou que está feliz porque o filho está “muito apaixonado por Jesus Cristo e no colo de Maria. É uma emoção de felicidade, tranquilidade e paz interior. Meu filho está abraçando aquilo que mais almeja, que é seguir o caminho do Mestre”.

O Arcebispo pediu que todos diariamente rezem pelas vocações e disse que “José e Paulo vão trazer a novidade que Cristo trouxe, para que possa se fazer boa notícia para todos”.

Paulo Stippe atua na Paróquia São João Evangelista, em Biguaçu, e José Torquato, na Paróquia Divino Espírito Santo, em Camboriú

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*