Terminam dia 23 de outubro as inscrições para o Prêmio de Iniciativa Solidária Dom Afonso Nieheus. A ação tem como objetivo manter viva a chama da paz, da esperança e da solidariedade de Dom Afonso Niehues, que hoje está presente nos diversos trabalhos sociais desenvolvidos no âmbito da Arquidiocese de Florianópolis.

O lançamento oficial da segunda edição do Prêmio aconteceu no dia 23 de agosto, em um  convite feito pelo Arcebispo, Dom Wilson Tadeu Jönck. Neste ano, além de premiar entidades sociais, o prêmio também homenageia pessoas engajadas nas causas sociais que contribuem na promoção da paz. O ano de 2015 foi proclamado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), como o Ano da Paz. Iniciou no primeiro domingo do Advento, 30 de novembro de 2014, e encerrará no Natal de 2015.

Vai premiar uma entidade social, uma ação social paroquial e uma pastoral social ou Movimento Eclesial Católico. Cada uma receberá o valor de R$ 7.000,00 (sete mil).

entidade premiada 2014

Entidade premiada em 2014

Já os homenageados serão seis pessoas que atuam nas diferentes categorias: presbítero, religioso(a), diácono, leigo(a); servidor (a) público(a) e empresário(a).

As iniciativas solidárias e o trabalho desenvolvido pelas pessoas homenageadas devem possuir as seguintes características:

  1. a) inclusão social de pessoas em situação de vulnerabilidade social;
  2. b) ações de superação da pobreza e de geração de trabalho e renda através da Economia Popular Solidária;
  3. c) articulação e promoção do protagonismo de grupos socialmente vulneráveis nas mobilizações e lutas sociais;
  4. d) promoção de grupos para a participação em espaços de construção da cidadania, políticas públicas e/ou no exercício do controle social destas políticas.

As inscrições são gratuitas e encerram no dia 23 de outubro. O edital completo e mais informações no www.asafloripa.org.br.

Doze entidades participaram no último ano

Na primeira edição do prêmio, em 2014, 12 entidades participaram, sendo que o primeiro lugar ficou com a Fundação Fé e Alegria do Brasil e o segundo, com a Associação Beneficente São Dimas. As demais foram homenageadas com uma placa pelo trabalho que desenvolvem.

A Fundação Fé e Alegria do Brasil, de Palhoça, desenvolve ações sociais e educativas na região da Palhoça. A iniciativa solidária é intitulada “Formando Comunidades” e tem o foco em cursos de qualificação profissional e formação humana para promover o acesso da população empobrecida à inclusão no mundo do trabalho.

Já a Associação Beneficente São Dimas (ASBEDIM) visa assistir os encarcerados e suas famílias, da Grande Florianópolis. Por diversos problemas, como superlotação de estabelecimentos e precariedade das instalações, a Associação pretende, através de um consultório odontológico com jato de bicarbonato e ultrassom, e o Projeto Estampa Livre com máquina de cortar viés no Presídio Masculino de Florianópolis, contribuir ainda mais com a Pastoral Carcerária.

Quem foi Dom Afonso

Nasceu em São Ludgero, em 23 de agosto de 1914, e faleceu em Brusque, no dia 30 de setembro de 1993. Foi Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis de 14 de agosto de 1965 até 23 de janeiro de 1991. Em 1966, Dom Afonso Niehues começou a formar o Secretariado Arquidiocesano de Pastoral e ativou diversos setores, entre eles, o das Pastorais Sociais, mas especificamente, a Ação Social Arquidiocesana (ASA).

Como primeiro presidente da ASA, ele incentivou as paróquias para formarem Ações Sociais Paroquiais para desenvolverem atividades visando despertar a consciência para as questões sociais e transformarem a realidade das comunidades mais empobrecidas.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*