A Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de São Paulo divulgou uma  nota de esclarecimento para ressaltar que nem a instituição e nem a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), tiveram participação no ato ecumênico no sábado, 07, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP).

Na ocasião, católicos e pessoas de outras denominações fizeram uma homenagem à esposa do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia, que se estivesse viva completaria 68 anos naquele dia.

 

Confira a nota na íntegra da Arquidiocese de São Paulo:

Sobre o ato religioso realizado ontem na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a assessoria de imprensa da Arquidiocese de São Paulo esclarece que:
1. Não se tratou de Missa, mas de um ato ecumênico;
2. Foi iniciativa pessoal de quem promoveu o ato;
3. Não houve participação da CNBB nem da arquidiocese de São Paulo;
4. O ato aconteceu fora da jurisdição e responsabilidade do arcebispo e da arquidiocese de São Paulo;
O arcebispo de São Paulo lamenta a instrumentalização política do ato religioso.

 

Leia também: Arcebispo de São Paulo fala sobre o ato religioso

Por Arquidiocese de São Paulo

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*