Entre dias 16 a 18 de setembro, a Pastoral do Povo da Rua de Santa Catarina realizou o Seminário Estadual sobre População em Situação de Rua cujo tema foi a construção de políticas públicas. O encontro aconteceu na casa de formação Caminhos de Nazaré, em Palhoça. O seminário contou o apoio da Adveniat e da CNBB Regional Sul 4.

Entre os 49 participantes vindos de diferentes cidades de Santa Catarina, estiveram representantes da Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de Florianópolis, Diocese de Rio do Sul, Diocese de Lages, Diocese de Tubarão e Diocese de Criciúma. Entre os participantes também estavam 16 pessoas que estão em processos de saída da rua.

O Seminário Estadual faz parte de um Projeto da Pastoral do Povo da Rua de Santa Catarina que objetiva articular a Pastoral nas diferentes dioceses e construir espaços formativos e de proposição de Políticas Públicas para a população em situação de rua, potencializando a moradia como uma possibilidade de saída das ruas.

Entre as pautas abordadas, foi proposto construir rede de apoio para dar suporte aos grupos que atuam com população de rua nas diferentes Dioceses para que possam, através de suas ações, ir para além de um modelo assistencialista de atendimento e ao mesmo tempo incluir as pessoas em situação de rua nas referidas ações.

Durante o evento, após uma rodada de socialização das pessoas que já saíram das ruas, ficou a constatação da eficácia do acesso à moradia como ponto de partida. Neste sentido, entrar na moradia e a partir dela tratar das outras áreas que estrutura a vida da pessoa que está saindo da rua (saúde, trabalho, estudo, cultura, espiritualidade), é comprovada a forma mais rápida, mais barata e mais digna para que as pessoas saiam da situação de rua.

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*