Reunião geral cleroA terceira reunião geral dos padres deste ano aconteceu no dia 22 de setembro e contou com aproximadamente 125 participantes. Eles se encontraram no salão de reuniões da Paróquia Sant’Ana, em Canelinha. O Pároco, Pe. Gercino Piazza, desejou boas vindas aos presentes em nome do Conselho de Pastoral, que preparou o ambiente. O Arcebispo Dom Wilson Jönck, scj, agradeceu a acolhida e a presença de todos. A Coordenação Arquidiocesana de Pastoral, na pessoa do coordenador, Pe. Revelino Seidler, foi a responsável pelo andamento dos trabalhos.

Um dos momentos importantes foi a apresentação da síntese da Bula de proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, “O Rosto da Misericórdia”, pelo Vigário Geral, Pe. Vitor Feller. Publicada no dia 11 de abril pelo Papa Francisco, para quem o rosto da misericórdia é Jesus Cristo. O Jubileu começará no dia 13 de dezembro deste ano na Arquidiocese e terminará em 20 de novembro de 2016. Será celebrado em Roma e em todas as Dioceses, para anunciar a misericórdia no mundo de hoje.

Para emitir seu parecer a respeito do Ano Santo, as Foranias conversaram sobre o material e o calendário elaborados e deram sugestões. Também se manifestaram quanto à abertura no dia 13 de dezembro, a coordenação, a programação e os locais de abertura e enceramento. Pediram mais informações sobre a proposta de ajuda à construção da sede da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, como gesto concreto de misericórdia, mas sugeriram as coletas das celebrações para levantar recursos.

Outro momento de destaque deu-se com a apresentação da Carta Apostólica “O Senhor Jesus, Juiz clemente”, sobre a reforma do processo canônico para as causas de declaração de nulidade do matrimônio, no Código de Direito Canônico. Padre Tarcísio Vieira destacou que o Papa Francisco deseja uma verdadeira refundação do processo canônico relativo às causas de nulidade matrimonial com a finalidade de tornarem mais rápidos e eficazes os procedimentos.

O Ecônomo Geral, Pe. Leandro Rech, apresentou o movimento financeiro da Mitra Metropolitana nos meses de junho, julho e agosto com as devidas explicações. Padre Revelino Seidler observou que o Conselho Arquidiocesano de Pastoral aprovou a proposta para o processo de avaliação do Plano de Pastoral a começar em fevereiro nas Paróquias, passando pelas Foranias em maio até a Assembleia Arquidiocesena em julho de 2016. Ao final, vários padres fizeram seus comunicados na fila do clero.

                                                                                            Por: Pe. Isaltino Dias – Secretário Geral

Foto: Pe. Leandro Rech

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*