A Grande Semana da Igreja prepara para o Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus

A Semana Santa abriu solenemente com o Domingo de Ramos – entrada de Jesus em Jerusalém, neste ano, no dia 25 de março. O centro dessa semana é o Tríduo Pascal: a Ceia do Senhor, Paixão e Morte e a Vigília pascal da Ressurreição com a bênção do Fogo, a grande Liturgia da Palavra, a Bênção da Água Batismal, a Renovação das Promessas do Batismo e o canto do Aleluia.

Confira a programação das celebrações na Igreja Mãe da Arquidiocese, a Catedral Metropolitana de Florianópolis.

Estas celebrações também acontecem em cada uma das 72 paróquias da Arquidiocese, com exceção da Missa do Santo Crisma, que é somente na Catedral, pois todo clero participa. 

Procure a paróquia mais próxima de sua casa e participe. Para saber a programação, neste link você encontra os telefones de todas as paróquias: http://arquifln.org.br/paroquias/

 

Quinta-feira Santa, 29 de março, 09h – Missa Pontifical do Crisma: Nesta celebração, o Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, concelebra com seu presbitério arquidiocesano (padres) e dentro da qual consagra o santo crisma e abençoa os óleos dos catecúmenos e dos enfermos. Como também, os presbíteros (padres) renovam seus compromissos sacerdotais.

Com o santo crisma consagrado pelo bispo são ungidos os recém-batizados e são marcados com o sinal da cruz os que são confirmados, são ungidas as mãos dos presbíteros e a cabeça dos bispos, bem como a igreja e os altares na sua dedicação.

Com o óleo dos catecúmenos, são ungidos no peito os que se preparam para o Batismo.

Por fim, com o óleo dos enfermos, usado na unção dos enfermos, para alívio na doença.

Quinta-feira Santa, 29 de março, 19h30 – Missa da Ceia do Senhor e a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio: a Liturgia celebra a Última Ceia, o Mandamento do amor com o Lava-pés, a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Depois, a Igreja permanece em vigília diante do Santíssimo Sacramento, para relembrar os sofrimentos de Jesus e agradecer a Eucaristia.

Sexta-feira Santa, 30 de março, 15h – Ação Litúrgica da Paixão do Senhor: é o único dia do ano em que não é celebrado o Sacramento da Eucaristia. Às 15h, a assembleia cristã celebra a Paixão, Morte e Sepultura do Senhor, proclama a Oração Universal da Igreja e do mundo, e adora a Santa Cruz.

Esta celebração consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da Santa Cruz e Sagrada Comunhão. O altar deve estar completamente desnudado, sem cruz, sem castiçais e sem toalhas. A Igreja se recolhe no silêncio, oração e escuta da palavra divina ao procurar entender o significado profundo da morte do Senhor.

Em seguida, às 18h, ocorre a descida da cruz e procissão do Senhor Morto.

Neste dia, assim como na Quarta-feira de Cinzas, é recomendado não comer carne, por serem dias de abstinência e penitência.

 

Sábado Santo – neste dia a Igreja guarda silêncio, venerando a sepultura do Senhor.

– Sábado Santo, 31 de março, 19h30 – Vigília Pascal: “É a mãe de todas as vigílias”, afirmava Santo Agostinho, pois nesta noite é celebrada a Páscoa de Jesus. Tem início com a Bênção do Fogo, pois a Ressurreição do Senhor fez desaparecer as trevas do pecado e a morte. A Palavra de Deus nos introduz no mistério da passagem da antiga para a nova Aliança, onde Cristo é o Cordeiro imolado. Nesta noite, crianças recebem o Sacramento do Batismo e todos renovam as Promessas Batismais. Grande momento é o Canto do Aleluia, silenciado por toda a Quaresma. É a Páscoa do Senhor, a passagem da morte para a vida.

 

Programação na Catedral

– Quinta-feira Santa, 29 de março, 09h – Missa Pontifical do Crisma, com a presença de todo clero da Arquidiocese (padres e diáconos)

– Quinta-feira Santa, 29 de março, 19h30 – Missa da Ceia do Senhor e a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio (Lava-Pés)

– Sexta-feira Santa, 30 de março, 15h Ação Litúrgica da Paixão do Senhor

– Encenação da Paixão de Cristo, 30 de março, 17h:  Catedral, pelo Movimento Água Viva, da Paróquia Militar Nossa Senhora do Loreto, da Base Aérea

– Sexta-feira Santa, 30 de março, 18h: Descimento da Cruz e Procissão do Senhor Morto pelo centro histórico até a Catedral, com o Sermão da Dor.

– Sábado, 31 de março, 19h30: Vigília Pascal

– Domingo de Páscoa – Ressurreição do Senhor, 1º de abril:

Missas nos horários normais: 07h30, 09h30, 18h e 19h30, na Catedral

No Asilo Irmão Joaquim: 08h30

Na Igreja do Rosário, centro: 19h

Na Igreja São Sebastião: 19h

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*