Instituído pela ONU, em 1991, a data tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para as consequências pessoais e sociais do envelhecimento e para a necessidade de proteger e cuidar da população idosa, que se avoluma, nessas últimas décadas.

Com objetivos semelhantes, a Pastoral da Pessoa Idosa (PPI), criada pela CNBB em 2004, espalha-se pelo país, de Norte a Sul, numa ação coordenada de trabalho voluntário, educativo e solidário, em prol das pessoas idosas mais vulneráveis física e emocionalmente. Só na Arquidiocese de Florianópolis, são aproximadamente  900 pessoas idosas atendidas por esta Pastoral.

Para celebrar a data, no sábado, dia 29 de setembro, a PPI da Arquidiocese de Florianópolis, sob a comando da coordenadora arquidiocesana,  Osvaldina Zucco Weber,  da vice, Leonilda Gonçalves, e de uma pequena e dedicada equipe de apoio, organizou um encontro de coordenadores e líderes desta Pastoral, na Catedral Metropolitana, em Florianópolis.

Estiveram presentes representantes desta atividade cristã, oriundos de 24 paróquias da arquidiocese, onde a PPI já está implantada, totalizando 120  pessoas. A Coordenadora Estadual da PPI, Celina da Silva,  também  prestigiou o evento acompanhada de colaboradores de Joinville.

Após a Santa Missa, presidida pelo Bispo Auxiliar Emérito de Florianópolis, Dom Vito Schlickman, e concelebrada por diversos sacerdotes e diáconos, os membros da PPI, com cartazes e faixas, fizeram uma caminhada pelo centro da cidade para divulgar mais o evento. Depois, concentraram-se no salão da Catedral, onde foram homenageados com um delicioso almoço. Mais uma vez, a equipe da coordenação arquidiocesana mostrou todo o seu carinho e comprometimento com a causa:  decoração primorosa, comida deliciosa e boa música.  Também tratados alguns assuntos de ordem prática da Pastoral e, sobretudo, manifestações de estímulo a todos/as que tanto se dedicam às pessoas idosas.

Por Pastoral da Pessoa Idosa

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*