Coordenadores paroquiais da Pastoral da Pessoa Idosa (PPI) que atuam na Arquidiocese de Florianópolis estiveram reunidos nos dias 1º e 2 de março para um Encontro de Formação. O objetivo foi discutir as diretrizes do planejamento de 2019, fortalecer a missão, reforçar o calendário de atividades, ampliar a atuação, atualizar os dados de atendimento e reforçar a espiritualidade para a caminhada junto à pessoas idosas. O encontro, em Florianópolis/SC, mesclou momentos de espiritualidade, formação e incentivo mútuo.

Prestigiaram o evento o Arcebispo Metropolitano Dom Wilson Tadeu Jönk,  Padre Vilson Groh  e Irmã Maria Aroni Rauen. Dom Wilson destacou a Campanha da Fraternidade deste ano, para que as coordenadores saibam como trabalhar o tema nas paróquias e também para que possam se envolver cada vez com as políticas públicas, em benefício de todos. “O cidadão tem o dever de participar, de fazer acontecer as políticas públicas. Só o governo não dá conta sozinho. É preciso unir as duas grandes forças – sociedade e governo juntos”, destacou Dom Wilson, que falou também sobre a importância do fortalecimento da PPI diante do incontestável envelhecimento populacional.

Padre Vilson Groh falou sobre  motivação e o comprometimento dos coordenadores na missão que abraçaram. Irmã Maria Aroni Rauen conduziu a espiritualidade em que se buscou força na palavra de Deus.

Durante o encontro também foi feita a eleição para nova coordenação arquidiocesana.  Ângela Maria Conceição Torres vai assumir o lugar de Osvaldina Zucco Weber, que esteve à frente nos últimos três anos. Maria da Glória Haschel Bohnen havia sido eleita na assembleia de novembro de 2018 mas não poderá assumir.

“É com imensa alegria que passo a coordenação à Ângela, com a sensação de ter cumprido a missão que me foi determinada, sem nunca medir esforços na tentativa de  alavancar significativamente os trabalhos da PPI na arquidiocese. Minha eterna gratidão aos coordenadores e líderes comunitários, que me apoiaram, incentivaram e sempre estiveram ao meu lado, avaliou Osvaldina. Por sua vez, Ângela pediu o apoio dos coordenadores durante esta nova missão. Atualmente, a PPI está implantada em 25 paróquias da Arquidiocese.

Texto e fotos: Camilla Geiger

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*