reuniao - pastoral carcerariaRepresentantes da Pastoral Carcerária de Tijucas, Florianópolis, Biguaçu, Balneário Camboriú, Itajaí e Palhoça participaram do 24º encontro arquidiocesano anual, no mês de julho. O evento aconteceu na Matriz da Paróquia São Sebastião, em Tijucas.

O coordenador arquidiocesano da Pastoral Carcerária, Pe. Ney Brasil, explicou que na nova organização da Arquidiocese, os presídios estão localizados em algumas das 13 foranias.

Na sequência do encontro, o coordenador arquidiocesano de pastoral, Pe. Revelino Seidler, abordou o texto das Novas Diretrizes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a Ação Evangelizadora da Igreja, Documento 102. Fez breve comentário também sobre o “Jubileu da Misericórdia”, promulgado pelo Papa Francisco para o próximo ano. Na oportunidade, Pe. Ney apresentou a proposta de hino para este Jubileu. Chamou a atenção para o texto que serviu para o “Jubileu dos Presos”, no ano 2000.

Entre as conquistas da Pastoral Carcerária em nível nacional, o coordenador regional, Pe. Almir Ramos, explicou que a revista vexatória “felizmente começa a ser substituída pelos detectores de metal, como nos aeroportos”. Também destacou a retomada dos trabalhos em Rio do Sul e Joaçada.

Por outro lado, informou que aumentou o número das mulheres presas, mantidas em presídios construídos para homens, “sendo necessário que o sistema leve em conta esta diferença”.

Ainda este ano ocorre o encontro regional, de 25 a 27 de setembro, no Morro das Pedras, em Florianópolis, com a presença do coordenador nacional da Pastoral Carcerária, Pe. Valdir Silveira.

 

2 Comments, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*