De 02 a 05 de junho, a Paróquia São Sebastião de Tijucas realizou a tradicional Festa do Divino Espírito Santo. Durante todo o final de semana, centenas de pessoas participaram dos festejos com alegria e devoção.

Como de costume, a festa contou com a presença das bandeireiras do Divino Espírito Santo e a Corte Imperial. Nesse ano, a organização do evento ficou aos cuidados da comunidade do XV de Novembro, por meio da bandeireira Etelvina Kock.

“O Espírito Santo me deu de presente esse momento. Eu estava com alguns problemas de saúde e preparar a festa foi uma graça”, relatou emocionada D. Etelvina, como é conhecida na comunidade. Ela ainda destacou que o trabalho foi intenso, mas que contou com a ajuda de uma equipe ativa e participativa. “Não teria feito nada sozinha. Nossa comissão assumiu o compromisso e fomos juntos até o fim, sem desanimar”, explicou.


No domingo à tarde, dia 04, em meio às atrações culturais que também fizeram parte da vasta programação da festa, o Pároco, Pe. Elizandro Scarsi, anunciou a bandeireira responsável pelos festejos de 2018. Maria Benta Venâncio foi a escolhida para manter a tradição da Festa do Divino Espírito Santo na cidade no ano que vem.
Em meio a lágrimas, D. Maria agradeceu o convite e pediu o apoio de toda a comunidade nessa missão que lhe foi confiada. “Estou muito ansiosa, mas tenho certeza de que o Espírito Santo vai me ajudar nessa tarefa”, enfatizou a bandeireira.

A fé na organização

Para montar toda a estrutura da Festa do Divino, a igreja contou ainda com a ajuda da Comissão Pastoral Paroquial e de mais de 300 voluntários, que fazem parte de grupos católicos e pastorais diversas. À frente do CPP, Nilson Ferreira Rodrigues explica que, desde janeiro, os trabalhos são intensos para garantir o sucesso da festa. “Essa é uma tradição em nossa cidade, que não podemos deixar morrer. Com o apoio dos bandeireiros, da comunidade e de tantos voluntários conseguimos fazer uma festa bonita e organizada”, relatou. “Nosso padre é muito participativo e disposto. Só temos a agradecer a ele e a todos que, de alguma forma, nos ajudaram”.

Envolvido com cada detalhe da festa, Pe. Elizandro aponta a espiritualidade como o centro desta tradição em Tijucas. Ele e o vigário paroquial, Pe. Jonathan Thiesen, nesse final de semana da celebração de Pentecostes, falaram de fé e de devoção nas celebrações eucarísticas. “A cada ano, a Festa do Espírito Santo se renova, pois são outras pessoas a organizá-la. Porém, tentamos sempre preservar sua identidade”, enfatizou Padre Elizandro. “Por meio da oração e do trabalho conseguimos fazer uma festa pacífica e familiar. Que o Espírito Santo continue a iluminar nossa comunidade”.

Outras fotos no facebook: Pascom – Paróquia São Sebastião – Tijucas

Por Pascom Tijucas

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*