Selo em parceria com os Correios foi lançado em homenagem ao Jubileu de Ouro

No dia 1º de maio, a Paróquia São João Batista e Santa Luzia, do bairro Capoeiras, em Florianópolis, celebrou o Jubileu de Ouro de criação. Após a Missa de Ação de Graças, foi apresentado o Oratório de Nossa Senhora de Fátima. Ainda como parte das comemorações, a paróquia lançou um selo destes 50 anos, em parceria com os Correios.

“Este Jubileu de Ouro é uma joia que ao longo destes anos foi trabalhada, santificada, purificada pela graça divina e se tornou preciosa aos olhos de Deus, da comunidade, da Arquidiocese e da Igreja no Brasil, graças aos presbíteros e diáconos aqui homenageados pelo trabalho e dedicação a esta comunidade paroquial”, completou o pároco, Pe Valdir Prim.

A história

Em 1939, Frei Felisberto Imhorst, OFM, vigário de São José, adquiriu uma área de terras, na sede do distrito João Pessoa (hoje Estreito), para a construção de uma capela. A criação da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima e Santa Teresinha do Menino Jesus, do Estreito, deu-se em 1944 e o território abrangia os bairros de Capoeiras, Abraão, Bom Abrigo e Itaguaçu.

Um Decreto da Cúria Metropolitana de 1º de maio de 1967 criou a Paróquia de São João Batista e Santa Luzia, no bairro de Capoeiras. O território da nova paróquia foi desmembrado da Paróquia do Estreito e o atendimento pastoral é confiado aos padres da Congregação de Dom Orione (Orionitas).

Em 08 de março de 1981, é lançada a pedra fundamental da nova matriz, sendo o projeto arquitetônico doado pelo engenheiro José Sprícigo.

Diversas iniciativas de atendimento à população menos favorecida tiveram início. A obra de maior destaque foi a Orionópolis Catarinense, uma iniciativa do então pároco, Pe. Jaci Rocha Gonçalves. Hoje, a Orionópolis tem a sede na Paróquia de São José, em um imóvel doado à instituição, através da Mitra Metropolitana e por intervenção do Pe. Pedro Koehler e de Maria Alves de Sá Matos.

A Congregação Orionita criou e mantém também, junto à paróquia de Capoeiras, as obras de Assistência Social Dom Orione. A congregação dos padres orionitas devolveu a paróquia à Arquidiocese em 2010. Passou a assumir como pároco, o Pe. Valdir Bernardo Prim, em 06 de fevereiro de 2010.

Outras paróquias jubilares:

– Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Paulo Lopes) – 10 de janeiro de 1967

– Paróquia Santa Inês (Balneário Camboriú) – 21 de janeiro de 1967

Matéria publicada na edição de maio de 2017 do Jornal da Arquidiocese, página 10. 

Crédito foto: Padre Valdir Prim

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*