A Solenidade da Santíssima Trindade tem um significado ainda maior para esta paróquia da capital que a tem como padroeira. Além da celebração solene do domingo, dia 30, foi celebrado o Tríduo em Honra à Santíssima Trindade entre os dias 27 e 29 de maio.

O primeiro dia do tríduo teve a celebração presidida por Frei Adelino Frigo, OFMCap, vigário paroquial. No segundo dia, a Santa Missa foi presidida por Frei Pedro Paulena Júnior, OFMCap, também vigário paroquial. Já o terceiro dia, assim como a missa solene, contou com a presença de Frei Rivaldo Vieira, OFMCap, pároco da Paróquia Santíssima Trindade. As celebrações tiveram a participação das equipes de liturgia da Matriz e das comunidades que fazem parte da paróquia.

No domingo, Frei Rivaldo, em sua homilia, comentou as leituras do dia e lembrou que o Deus que a Igreja acredita é um Deus comunidade de amor e não um Deus solitário. Ele nos criou a sua imagem e semelhança e nos fez comunidade, que vive em comunhão entre si e toda a criação.

A primeira leitura nos fala de um Deus que está junto do seu povo. Escolhe este povo, se manifesta e se faz presente ao lhe proteger e lhe conduzir. A segunda leitura nos diz que somos adotados como filhos de Deus e por isso também somos herdeiros das promessas de Deus, assim como Jesus. Participaremos da glória do Pai, assim como o Filho já se encontra à direita do Pai. No Evangelho, o Filho, que recebeu toda autoridade do Pai, envia os apóstolos, que são a Igreja, para continuar sua missão através do batismo e do ensinamento da mensagem divina. Hoje nós somos a Igreja de Cristo, que recebemos esta missão a partir do nosso batismo.

São José e a Sagrada Família

O sacerdote observou ainda que este ano é dedicado a São José e também é o ano “Família Amoris Laetitia”, instituído pelo Papa Francisco. A imagem da Sagrada Família é um modelo de família para todos nós. Deus é um Deus em três pessoas diversas as que agem em comunhão. A família também é formada por pessoas diversas e o Espírito Santo gera uma unidade familiar superando as fragilidades de cada pessoa.

O pároco ainda comentou o documento do Santo Padre, “Patris Corde”, o qual teve um trecho lido no início deste celebração e enumera as qualidades da pessoa de São José:

  • Pai Amado, pela sua grandeza que se revela na sua humildade e no seu serviço;
  • Pai na Ternura, porque acompanha Jesus no seu crescimento e o protege de todo e qualquer mal;
  • Pai na Obediência, que através dos sonhos onde Deus se revela, se faz obediente à vontade divina;
  • Pai no Acolhimento, que acolhe Maria e Jesus, além de todas as circunstâncias adversas na vida conjugal e familiar;
  • Pai com Coragem Criativa, que diante das dificuldades, encontra um lugar para o nascimento de Jesus;
  • Pai Trabalhador, que com seu trabalho sustenta sua família e ensina seu ofício a Jesus;
  • Pai na Sombra, onde José é a sombra do Pai Celeste na terra, enquanto protetor de Jesus e de todos nós.

Frei Rivaldo concluiu suas palavras ao pedir a intercessão de São José, para que todos possam crescer no espírito fraterno, comunitário e solidário, com relações de ternura, acolhida e respeito, principalmente sobre os mais necessitados.

Em todas as celebrações, os protocolos de segurança e higienização foram respeitados de acordo com as normas governamentais.

Texto e fotos: Site da Paróquia Santíssima Trindade

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*