Em parceria com a Cooperativa de Senhoras da Vila União, Ação Social da Arquidiocese (ASA) e Projeto Estampa Livre, está sendo produzido 600 máscaras de proteção para os detentos do Presídio Masculino de Florianópolis. Cerca de 300 máscaras já foram entregues na primeira semana de maio e o restante serão entregues na primeira quinzena de junho.

O coordenador do Projeto Estampa Livre, Segundo Newton Almeida, comenta que o número de máscaras que estão sendo produzidas é suficiente para atender todo o presídio masculino. Cada detento deve receber 2 máscaras para uso pessoal. Newton ainda destaca que haverá unidades para a reposição quando necessário, pois a rotatividade é grande.

O Estampa livre é um projeto de inclusão social ligado a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Florianópolis. Nele são desenvolvidas oficinas de confecção e serigrafia voltado para os detentos do presídio masculino da capital.

Fotos: Ação Social Arquidiocesana (ASA)

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*