O Santo Padre nomeou nesta quarta-feira, 21, um administrador apostólico para a Diocese de Formosa (GO), após a prisão do bispo.

O Santo Padre nomeou nesta quarta-feira, 21, como administrador apostólico sede plena et ad nutum Sanctae Sedis da Diocese de Formosa (GO), Dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo metropolitano de Uberaba.

A Diocese foi alvo da Operação Caifás do Ministério Público Federal (MP-GO) que levou à prisão do bispo da diocese, de quatro sacerdotes e de outras pessoas acusadas de corrupção e desvio de dinheiro.

Na terça-feira, 20, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) havia divulgado uma nota sobre o caso assinada pelo seu secretário-geral, Dom Leonardo U. Steiner. Eis o texto na íntegra:

“Diante da prisão do bispo da Diocese de Formosa no Estado de Goiás, a CNBB manifesta a solidariedade com o presbitério e os fiéis da Diocese, recordando ao irmão bispo que a justiça é um abandonar-se confiante à vontade misericordiosa de Deus. A verdade dos fatos deve ser apurada com justiça e transparência, visando o bem da Igreja particular e do bispo. Convido a todos os fiéis da Igreja a permanecermos unidos em oração, para sermos verdadeiras testemunhas do Evangelho”.

Por Vatican News e foto CNBB

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*