Quaresma, tempo de preparação para a festa da Páscoa, é ocasião favorável para revisar a vida e corrigir os rumos da caminhada cristã. Como em outros anos, a Igreja lança a Campanha da Fraternidade que auxilia a viver o espírito da Quaresma. O tema da CF 2020 é “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso”. O lema é: “viu, sentiu compaixão e cuidou dele”. A seguir proponho alguns pontos de reflexão que podem ser encontrados no Texto Base da CF.

O próximo – Um doutor da lei pergunta: quem é o meu próximo? E Jesus responde narrando a parábola do Bom Samaritano. A parábola inverte a pergunta. Não se trata tanto de saber quem é o próximo, mas ser o próximo de quem se encontra em necessidade. Não basta ter um conceito e manter-se indiferente, como o sacerdote e o levita da parábola. Para ser próximo do outro é preciso ter compaixão. “Proximidade, afinidade e serviço”, segundo Papa Francisco, são os critérios para a ação pastoral.

A partir das atitudes do Bom Samaritano é possível estabelecer um programa quaresmal com os seguintes passos. 1) Dedicar-se à escuta da Palavra que converte o coração; 2) Ter verdadeira atenção para com o outro; 3) Romper com a indiferença frente ao sofrimento do outro; 4) Ser disponível para o serviço.

A Quaresma é um caminho que conduz à vida nova revelada na Páscoa. Este caminho pede jejum, oração e esmola. O jejum ajuda a esvaziar-se de si e abrir-se ao outro. A oração é aproximação, nova relação, ocasião em que se é tocado pelo amor de Deus. A esmola é partilha de vida, cuidado amoroso; é encontro com o próximo é exercício do compromisso. Para o outro, o próximo é cada um de nós.

Quaresma é tempo de exercitar o olhar. Olhar é interessar-se pelo outro e pelo mundo em que se vive. É tempo de evitar o olhar que expressa indiferença, ódio, desprezo, tristeza, maldade, mentira. É importante aprender a ter o olhar do Bom Samaritano: olhar com interesse, com alegria, com esperança, com confiança, com compaixão, com perdão e verdade.

Por Dom Wilson Tadeu Jönck, scj

Artigo publicado na edição de fevereiro de 2020 do Jornal da Arquidiocese, página 2.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*