DSC_2141Centenas de fiéis participaram da Missa de Ordenação Presbiteral do Pe. Éder Celva, na tarde desse sábado, 24 de outubro. A Comunidade São Cristóvão, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, foi o local escolhido para a Celebração, que emocionou em diversos momentos.

“O que passa no meu coração é muita alegria, muita gratidão, me sinto muito orgulhosa por ele ter chegado até aqui”, retrata a senhora Ilma, mãe do novo padre da Arquidiocese de Florianópolis. Ao lado do esposo, Amarildo Celva, ela agradece a Deus e depois ao Éder “por ele me dar essa alegria, por ter dito sim a Deus”.

DSC_2240A Celebração teve início, às 15h, em Guabiruba. Mais de 60 padres, diocesanos e religiosos, concelebraram, junto com o Arcebispo Metropolitano, Dom Wilson Tadeu Jönck, que presidiu a Missa.

Na homilia, o Arcebispo destacou que “Cristo quis colocar-se a serviço da humanidade e o sacerdote é chamado a repetir a mesma conduta de Jesus, no nosso tempo”. Dom Wilson, também agradeceu ao Pe. Éder pela decisão de se tornar presbítero e animou-o a perseverar: “Pode contar conosco, com toda a comunidade, sobretudo, com seus irmãos do sacerdócio. Queremos caminhar juntos”.

Emocionado, o pai do jovem padre, Amarildo Celva, disse sobre a dedicação e a boa conduta do presbítero desde criança. “Um filho que para nós sempre foi um exemplo. Muitas vezes, era ele quem me dava orgulho”, destacou. Amarildo ainda lembrou um tempo onde seu filho andava 15 km de bicicleta, para ir à Igreja e servir como coroinha. “Sempre muito dedicado”, enfatizou.

Quase ao término da Celebração, Pe. Éder usou a palavra para demonstrar sua DSC_2296gratidão. “Agradecer é o reconhecimento de quem se sabe amado pelo verdadeiro amor, Jesus Cristo, o Senhor. Só podemos crescer, quando alguém acredita verdadeiramente em nós. Quantos me ajudaram, para que eu pudesse seguir o caminho que Jesus me chamou”.

No momento, agradeceu aos pais, a irmã, aos avós e a todos os familiares; as comunidades da Paróquia N. Sra. do Perpétuo Socorro e aos padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos); a Dom Wilson, “pela amizade e confiança”; aos padres, reitores, formadores, professores, supervisores de pastoral, diáconos, seminaristas, religiosos, lideranças que colaboraram na celebração e aqueles que rezaram por ele. Lembrou-se dos benfeitores padrinhos. E finalizou agradecendo ao povo da Paróquia de Tijucas, que compareceu em grande número, e ao Padre Elizando Scarsi, pároco da Paróquia São Sebastião, a quem se referiu como “um pai, um irmão, um amigo”.

DSC_2519Padre Éder agora assume como vigário paroquial na Paróquia São Sebastião, em Tijucas, onde realizou atividade pastoral nos últimos meses.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*