DSC_1608Único filho de Mery Speack Thiesen torna-se um dos mais jovens padres de Santa Catarina

Ele tem apenas 25 anos de idade e no último sábado, 17 de outubro, deu um importante e definitivo passo na fé: foi ordenado presbítero, na Paróquia São Francisco de Assis, no bairro Forquilhinhas, em São José. Jonathan é o mais jovem padre da Arquidiocese de Florianópolis e um dos mais novos de Santa Catarina.

“É uma bênção. Só erguer as mãos para o céu e dizer: obrigado, Senhor, por ele ter dito sim à Deus e à vocação”, destacou o pároco da Paróquia onde aconteceu a ordenação, Pe. Roberto Silva.

A Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo, Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, e concelebrada por aproximadamente 30 padres da Arquidiocese. Também estavam presentes diáconos, religiosas, familiares e fiéis da Igreja Matriz onde o jovem teve o coração despertado para a vocação sacerdotal. “Ele caminhou para isso com muita fé e sempre quis ser padre. É meu único filho, mas sempre apoiei naquilo que ele quis ser”, disse a mãe, Mery Speack Thiesen.

Presente na Missa, a Ministra Extraordinária da Sagrada Eucaristia, Terezinha Silva Kretzer, afirmou que, desde criança, Pe. Jonathan participava das encenações. “O que ele tem de pequeno, tem de grandeza interior”, afirmou a paroquiana.

DSC_1805

Padre Jonathan com a avó e a mãe.

Para a avó, Dalva Speack Thiesen, que o levava para a Igreja desde pequeno, o momento é uma bênção. “É um casamento eterno. Quando ele foi para o seminário, eu disse que ele não estava indo por causa de mim. Aí ele me respondeu: ‘Eu fui tocado desde cedo’”.

Após a liturgia da Palavra, em um gesto profundo, Jonathan despediu-se da mãe e da avó e foi apresentar-se ao Arcebispo ordenante.

Na homilia, Dom Wilson lembrou que “o Diácono Jonathan se propõe a fazer de sua vida, um revestir-se do mesmo sacerdócio de Cristo. Que nenhum contratempo possa tirar a alegria de servir a Deus e à comunidade. Pode contar conosco, com a comunidade e que Deus o acompanhe”.

Para o pároco, Pe. Hélio Luciano, da Paróquia no bairro Ponte do Imaruim, em Palhoça, onde Jonathan já exercia o diaconato, uma ordenação é sempre uma esperança nova na vida da Igreja. “O lema que ele escolheu – ‘Vem e segue-me (Mt 19,21)’ – é isso: o Senhor que chama, não é mérito dele. Ele apenas se dispôs a dizer sim ao Senhor”, explicou.

Já o Pe. Isaltino Dias, que conviveu com Jonathan na Paróquia da Ponte do Imaruim, “esta ocasião é importante para nós, os padres, revivermos nossa própria ordenação e o acolhermos na fraternidade presbiteral”.

Oferta que se consome no altar de Cristo - um sim definitivo.

Oferta que se consome no altar de Cristo – um sim definitivo.

Antes da bênção final, o mais novo padre da Arquidiocese explicou que na vida o ser humano é convidado a ir além. “Jesus é nosso tudo, nos basta. O sacerdócio não é uma busca por status, realização, é sobretudo, realidade e graça. Sou como um irmão mais novo nesta fraternidade presbiteral”, concluiu emocionado.

Três ordenações em outubro

No dia 03 de outubro, Hércules Marçal também foi ordenado presbítero. Hoje ele é vigário na Paróquia Senhor Bom Jesus de Nazaré, em Palhoça.

A última ordenação do mês será do Diácono Eder Celva, no dia 24, na Matriz do município de Guabiruba.

Veja as fotos da ordenação.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*