Paróquia São Luís Gonzaga irá intensificar o atendimento de confissões durante a Quaresma

Pelos corredores da Igreja Matriz São Luís Gonzaga cadeiras de plástico precisaram ser utilizadas para acomodar mais de mil pessoas que participaram da celebração de Quarta-Feira de Cinzas, na noite de ontem, 6 de março. Neste primeiro dia de Quaresma os fiéis formaram filas para marcar a testa com uma cruz, sinal concreto do compromisso de viver este tempo litúrgico em plenitude.

“Senti alegria por ver a igreja lotada de fiéis. E a cinza é o sinal externo de quem participa desta celebração disposto a viver a Quaresma da forma que a Igreja propõe, valorizando o processo de conversão que implica em intensificar a vida de oração, jejum e caridade”, afirma o pároco da Paróquia São Luís Gonzaga, padre Diomar Romaniv, que presidiu a missa.

Segundo ele, a Quaresma é um tempo de silêncio. Por isso mesmo a liturgia é mais sóbria, não se canta o Glória e nem se tocam as sinetas da igreja. “Estamos em preparação para as celebrações mais importantes do calendário litúrgico: a paixão, morte e ressurreição de Jesus”, enfatiza padre Diomar.

O pároco explica que existem elementos para viver este espírito de acolhimento e interiorização “para encontrar a Deus, que fala conosco e, também, para encontrarmos a nós mesmos. Na agitação e na correria diária a gente não consegue se conhecer e nem se perceber. É no silêncio que se encontram as coisas erradas que precisamos sepultar junto com a morte de Cristo para que, na Páscoa, possamos viver a alegria da vida nova”, completa.

Este ano, a Paróquia São Luís Gonzaga planeja intensificar o período de atendimento dos padres que estarão à disposição para receber fiéis em busca do sacramento da confissão. Da mesma forma, realiza na próxima quarta-feira, 13 de março, às 19h, no Auditório Paroquial, uma palestra sobre a Campanha da Fraternidade de 2019, que também inicia na Quaresma.

Por Ideia Comunicação

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*