Lectio (leitura)

“Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: ‘Segue-me!’ Ele se levantou e seguiu a Jesus” (Mt 9,9).

Meditatio (meditação)

O olhar de Jesus para Mateus é um olhar de amor e misericórdia. Jesus não vê os pecados de Mateus, mas vê o seu coração e a potencialidade de se tornar verdadeiro discípulo. Pecador público, Mateus se deixa envolver pelo convite amoroso de Jesus e, prontamente, segue seus passos. O Mestre quer estar em comunhão com aquele que Ele chamou, por isso vai à casa de Mateus e faz a refeição com ele. Mateus é curado interiormente pela misericórdia de Deus (Mt 9,12-13). Da coletoria de impostos passa para a gratuidade do Evangelho.

Oratio (oração)

Senhor, médico de nossas vidas, curai-me de toda espécie de julgamento e discriminação. Ensinai-me a viver a misericórdia e o amor.

Contemplatio (contemplação)

Mateus contemplou nos olhos de Cristo o amor e a misericórdia. Façamos também nós essa experiência profunda de fé.

Missio (missão)

Ao convite de Jesus, Mateus se levanta e segue o Mestre. Enquanto discípulos, não podemos permanecer sentados numa situação de cobrança e indiferença. Levantados, em posição de prontidão e entrega, somos chamados à missão. Não podemos ter medo de enfrentar as realidades que nos desafiam. É preciso ir às periferias existenciais, como nos exorta o Papa Francisco. No encontro com as pessoas, não há espaço para o julgamento. O discípulo levará sempre em seu coração as palavras de Jesus: “Quero misericórdia e não sacrifício” (Mt 9,13).

Por Pe. Wellington Cristiano da Silva

Artigo publicado na edição nº 238 do Jornal da Arquidiocese

Setembro de 2017

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*