No próximo sábado, 04 de julho, a Arquidiocese de Florianópolis viverá um momento de muita graça e alegria. O vigário da Paróquia Nossa Senhora do Desterro e Santa Catarina de Alexandria (Catedral), Pe. Pedro Adolino Martendal, e o Bispo Emérito da Diocese de Rio do Sul, Dom Augustinho Petry, celebrarão o Jubileu de Ouro Sacerdotal.

A Missa em ação de graças será presidida pelo Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, e ocorre às 15h, na Catedral Metropolitana. O Bispo de Rio do Sul, Dom Onécimo Alberton, confirmou presença, além de outros bispos das Dioceses catarinenses.

Ambos foram ordenados sacerdotes no dia 04 de julho de 1965, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santa Teresinha do Menino Jesus, Santuário de Fátima.

Pe. Pedro Adolino Martendal

Pe. Pedro Adolino Martendal

Padre Pedro Martendal

Padre Pedro nasceu no dia 16 de julho de 1939. Em 1966 é Coadjutor da Paróquia Nossa Senhora do Desterro, Catedral. Em 1992 assume a direção espiritual do Seminário de Teologia, em Florianópolis. No ano seguinte é nomeado vigário da Paróquia São João Evangelista, em Biguaçu e confessor adjunto do Carmelo Cristo Redentor, em Picadas do Sul, São José.

Em 1996 se torna o diretor espiritual da Legião de Maria, em Biguaçu. No ano de 2008 volta para a Catedral como vigário e coordenador do Ministério da Visitação e da Bênção. No ano de 2010 é diretor espiritual no Seminário Menor Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes; Propedêutico Monsenhor Valentim Loch e Teológico Convívio Emaús.

Dom AugustinhoDom Augustinho Petry

“É graça sobre graça chegar aos 50 anos de sacerdócio. Agradeço a Deus e a todas as pessoas que encontrei pelo caminho. E quero pedir perdão por não ter sido melhor”, declara o Bispo Emérito da Diocese de Rio do Sul, Dom Augustinho Petry, que nasceu no dia 29 de agosto de 1938, em São Pedro de Alcântara.

A ordenação presbiteral foi em 04 de julho de 1965 e a episcopal em 18 de março de 2001. Tomou posse como bispo coadjutor da Diocese de Rio do Sul em dezembro de 2007 e diocesano em março de 2008.

Foi vigário em diversas paróquias da Arquidiocese, pároco e também trabalhou como capelão naval da Marinha nos três estados do sul.

No ano de 2013, Dom Augustinho Petry entregou ao Vaticano a carta de renúncia. Consiste em um procedimento normal da Igreja Católica, estabelecido pelo Código de Direito Canônico, ou seja, quando o bispo completa 75 anos deve entregar o cargo. Quem tomou posse foi Dom Onécimo Alberton. Petry mora atualmente em Rio do Sul.

Serviço

Jubileu de Ouro Sacerdotal do Pe. Pedro Adolino Martendal e Dom Augustinho Petry

Data: 04 de julho

Horário: 15h

Local: Catedral Metropolitana de Florianópolis

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*