edce5b17-5b79-4cec-b5db-d70662d10952

Internos no trabalho de laboterapia.

A Associação Vida Nueva é uma entidade beneficente sem fins lucrativos que trabalha na ressocialização de moradores de rua. “A ideia da instituição foi uma inspiração ao ver as pessoas de rua recolhendo lixo para sobreviver, morando embaixo dos viadutos e marquises”, afirma o presidente e um dos fundadores, Frei Rogério Rubick. O objetivo da casa, que também acolhe adictos, é devolver a dignidade do ser humano e reinseri-lo na família e na sociedade.

Conta atualmente com 17 internos que têm atividades como a laborterapia e formação humana. Uma vez por semana, Pe. Leandro Pereira da Silva trabalha a parte espiritual, com outros momentos de reflexão no início e fim de cada dia. Aos domingos, os internos participam da Missa e, uma vez na semana, passam pelo atendimento psicológico.

Ajude, seja um voluntário da Vida Nueva.

Ajude, seja um voluntário da Vida Nueva.

O interno José Luiz Haschel, 49 anos, natural de Alfredo Wagner, sofria de depressão. Pensava que a bebida o ajudaria a ficar curado. Grande engano! Afundou-se no álcool e resolveu depois procurar ajuda. Ele está há dez meses na instituição. “É tão agradável que não vemos o tempo passar. Estar aqui enche a gente de esperança, mostra novos caminhos”, destacou José.

A entidade sobrevive de doações e eventos que promove. “Precisamos de voluntários de qualquer área. Também quem quiser colaborar financeiramente, com alimentos, roupas ou outros investimentos, nos procure”, explicou o tesoureiro, Frei Luiz Rubick.

“Se alguém tem dificuldade em parar algum vício, procure essa ajuda como eu fiz, pois encontrará muita força e, com certeza, vai se recuperar e sair daqui um novo homem”, deixa a dica, José Luiz.

Mais informações pelo telefone (48) 3286-8368.

Matéria publicada na edição de março de 2016, na página 10, do Jornal da Arquidiocese. 

2 Comments, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*