Evento realizado neste domingo foi aberto à comunidade e beneficiou a Ação Social Arquidiocesana e Creche Chico Mendes

Mais de 1,6 mil pessoas se reuniram neste domingo (17), na Beira Mar Continental, no Estreito, para participar da Corrida do Bem em busca de um estilo de vida mais ativo e, também, para a prática do voluntariado. O evento, promovido pelo SESI, entidade da FIESC, teve parte do valor das inscrições revertida para a Ação Social Arquidiocesana e Creche Chico Mendes.

De acordo com o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, a Corrida incentiva as pessoas a se cuidarem. “Esta é uma das missões do SESI, fazer com que não só o trabalhador da indústria, mas também suas famílias e toda a sociedade cuidem melhor da saúde. Este evento tem estimulado as pessoas a praticarem esporte, ter contato com a natureza e o ar livre”, disse, acrescentando que a doação de parte dos valores das inscrições para instituições beneficentes é o grande diferencial do evento.

Para o superintendente do SESI, Fabrizio Machado Pereira, a Corrida do Bem tem criado uma cultura de engajamento de promoção da saúde. “Percebemos que a participação dos trabalhadores da indústria tem sido cada vez maior. Isso mostra que as empresas estão incentivado seus colaboradores a buscarem bons hábitos e a adotarem uma cultura de saúde e bem estar”, enfatizou. “Um evento como este serve para despertar e sensibilizar as pessoas para que não fiquem paradas e façam algo a mais para si mesmas”, declarou o vice-presidente da FIESC para a Região Sudeste, Tito Alfredo Schmitt.

O diácono Djalma Lemes, que representou a diretoria da Ação Social Arquidiocesana, destacou a importância da parceria com o SESI. “A parceria tem sido frutuosa. Estimula na igreja a importância do cuidado com a saúde, da prática esportiva, além de ajudar no desenvolvimento de projetos sociais junto a cerca de 60 instituições de caridade”, afirmou.

Participantes

Juliana Passos, de 43 anos, começou a treinar no ano passado e seu objetivo é correr uma meia maratona a cada ano. Ela mudou seus hábitos por amor à família. “Quero envelhecer com qualidade de vida. Fui mãe tarde e quero ter saúde para ver minhas filhas envelhecerem”, contou. O estudante Eduardo Moreira de Castro, de 17 anos, foi o vencedor na categoria geral 5 quilômetros. Ele corre desde 2014 e treina todos os dias. “Concilio os estudos com os treinos. É essencial praticar uma atividade física, importante para o corpo e a mente”, falou.

As amigas Scheila Amaral e Franciele Steinck vieram de Lages para participar da prova. A amizade estimula a prática diária de exercícios. “Além do bem-estar físico, correr traz também o benefício da saúde mental”, destacou Scheila, falando também das amizades que fez por meio do grupo de corridas que integra em sua cidade. “Fazer uma atividade física é a melhor coisa que podemos fazer para nossa saúde”, ressaltou Franciele.

Foram disputadas as categorias industriário e comunidade, nos naipes masculino e feminino, com provas de 5 e 10 quilômetros. As crianças correram a maratoninha. Também foi colocado à disposição dos atletas o Circuito do Bem-Estar, que ofereceu massoterapia, avaliação física, aferição da pressão arterial, teste rápido para hepatite C, frutas e água.

A próxima corrida será realizada em São Bento do Sul, no dia 24 de setembro e as inscrições podem ser feitas no site www.corridasdobem.com.br. Mais informações pelo telefone (48) 3381-9115.

Por FIESC

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*