A cada ano a manifestação da misericórdia divina é renovada no dia 02 de agosto.

É a indulgência da Porciúncula que também é conhecida como “o perdão de Assis”.

Perdão de Assis

O Perdão de Assis é uma indulgência plenária concedida pelo Papa Honório III, ainda no distante ano de 1216, a rogos de São Francisco de Assis, para quem rezasse devotamente na igrejinha da Porciúncula, em Assis, na Itália, em determinadas ocasiões e sob certas condições.

Posteriormente esta graça se estendeu a todos as igrejas franciscanas em todo o mundo.

Normalmente a indulgencia plenária pode ser obtida com as condições habituais: confissão, comunhão, e as orações pelas intenções do Santo Padre, desde o meio dia de 01 de agosto até a meia noite do dia 02 de agosto.

Porciúncula

A Igreja da Porciúncula foi dedicada por São Francisco de Assis a Santa Maria dos Anjos e, já há alguns séculos, (século XVI / XVII) encontra-se “protegida” no interior da grande e majestosa Basílica italiana que tem o mesmo título desta invocação mariana.

Morada de Santos

Esta igreja foi a segunda morada de São Francisco e seus primeiros irmãos. Ela foi o local onde na tarde de 03 de outubro de 1226, São Francisco realizou o se “trânsito” para o Céu.

Foi também neste local abençoado que no Domingo de Ramos de 1211, o Santo de Assis recebeu a consagração de Santa Clara, dando-se, então, origem à Ordem religiosa das Clarissa.

Por Gaudium Press

Mais informações sobre este tema:

Solenidade do Perdão de Assis teve início esta terça-feira – Por Rádio Vaticano

 

Solenidade do “Perdão de Assis” – Por NEWS.VA

 

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*