A comunidade São Judas Tadeu, situada na Avenida Ivo Silveira, bairro Morro da Caixa, região continental de Florianópolis, está em festa. Pertencente à Paróquia Nossa Senhora do Carmo, a Comunidade comemora o Jubileu de Ouro de fundação, neste mês de outubro.

Entre os dias 19 a 27 de outubro, uma novena marca estes 50 anos de fundação da capela.

Confira a programação e participe:

– 19/10, 19h: Abertura da novena com terço e missa às 20h – Bênção da água

-20/10, 20h: Missa – Bênção do Sal

– 21/10, 20h: Missa – Bênção das famílias. Homenagem a Nossa Senhora do Rosário e a São Benedito e à memória do ‘Capitão’ Francisco Amaro de Campos e ao Grupo do ‘Cacumbi’.  Noite do pastel no salão

– 22/10, 08h30: Missa e às 20h – Missa – Bênção da saúde

– 23/10, 20h: Missa

– 24/10, 20h: Missa – Bênção do pão

– 25/10, 20h: Missa – Bênção dos objetos e da saúde

– 26/10, 20h: Missa – Bênção do Santíssimo Sacramento

– 27/10, 20h: Missa – Encerramento da novena – Envio da capelinha

– 28/10, Dia de São Judas Tadeu – 08h: Abertura da Igreja e atendimento do padre com bênçãos; 10h: Batizados; 15h: Terço da misericórdia e missa com unção dos doentes e idosos; 19h30: Procissão de São Judas Tadeu com saída da Gruta de Nossa Senhora Aparecida; 20h: Missa solene com a presença do Coral Santa Maria Goretti da Paróquia da Coloninha – Partilha do bolo de São Judas Tadeu.

Pequena História da Comunidade 

Os primeiros moradores de origem afro trouxeram consigo para o Morro da Caixa a dança do ‘Cacumbi’, manifestação cultural afro – brasileira, uma forma de resistência cultural e religiosa. Foi o primeiro grupo organizado do Morro da Caixa.

O Grupo de Cacumbi tinha como ‘puxador’ o ‘Capitão’ Francisco Amaro de Campos’. O Grupo foi iniciado no fim do ano de 1930.

O Pe. Quinto Davide Baldessar chegou na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santa Teresinha do Menino Jesus, do Estreito, em janeiro de 1960. Ele adquiriu uma área de terras e animou a comunidade para construir um ‘Barracão’ de madeira para a celebração de Missas, atendimentos pastorais e atividades comunitárias como a catequese, cursos, encontros de formação e reuniões comunitárias

O ‘Barracão’ do Morro da Caixa D’Água foi dedicado a São Judas Tadeu, sendo construído em meados de 1967.

Em julho de 1972 foi criada a Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, de Coqueiros, tendo como Igreja Matriz a Igreja da Santa Cruz do Arraial dos Coqueiros, que teve sua origem em 1883. A Paróquia de Coqueiros foi entregue aos padres Carmelitas Descalços, que passaram a atender também a comunidade de São Judas Tadeu.

A Igreja de São Judas Tadeu que era naquele ‘barracão’ de madeira resistiu com algumas reformas até 1992, quando em 28 de março foi abençoada a pedra fundamental da nova Igreja com dois pisos. O Frei Miguel Ángel Fernández Peña, OCD, foi o maior incentivador da obra.

Em julho de 2012 esta igreja devido às infiltrações e a ameaça de desabamento do telhado, precisou passar por uma grande reforma e remodelação litúrgica. O frei Hermínio Gil Lara, OCD, já vinha movimentando a comunidade para essa reforma e o pároco seguinte, Frei Élio L. Grings, OCD, apoiou a reforma.

Os freis Carmelitas atenderam a Paróquia até 2014, quando a entregaram ao Clero Arquidiocesano. O novo pároco, Pe. Flávio Feler, assumiu a Paróquia em janeiro de 2015.

Por Pe. Flávio Feler / Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Coqueiros – Florianópolis)

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*