Voluntários da APAC em reunião.

Voluntários da APAC em reunião.

Conforme decisão do Conselho Presbiteral, nos dias 27 e 28 de agosto, a Arquidiocese promove a coleta para a construção, implantação e manutenção da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC). Realizada em todas as paróquias, é um gesto concreto do Jubileu da Misericórdia.

A Pastoral Carcerária e a coordenação arquidiocesana de pastoral vão disponibilizar um envelope específico para a coleta.

Este vídeo pode ser utilizado antes ou depois das Missas, nos momentos de formação e reuniões.

Sobre a APAC

A Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade.

O trabalho dispõe de um método de valorização humana, vinculada à evangelização, oferecendo ao condenado reais condições para se recuperar.

A estrutura física da APAC comporta no máximo 200 recuperandos, compreendidos os três regimes (fechado, semi aberto e aberto). O apoio da família é fundamental para o método ter resultados satisfatórios.

Hoje existem mais de 100 APACs juridicamente organizadas no Brasil, e em outros países, como Alemanha, Bulgária, Estados Unidos, México, entre outros. Os índices de recuperação são altos, a reincidência é baixa, girando em torno de 08%, e o custo do recuperando é um terço a menos que o do sistema convencional.

Em Florianópolis (SC), a APAC está constituída juridicamente e possui um terreno ganho em comodato, onde está sendo construída a sede, com capacidade inicial para 12 pessoas presas.

Mais informações sobre a APAC e a coleta pelo fone (48) 3879-2168 ou e-mail [email protected]

Matéria publicada na edição de agosto de 2016 do Jornal da Arquidiocese, página 10.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*