Ocorreu no sábado, 21, no Clube Maré Alta, em São José, a “segunda macarronada da alegria” para angariar fundos para a reforma da Casa de Apoio São José, localizada no bairro Praia Comprida.

A iniciativa foi do clube, com apoio da Ação Social Arquidiocesana (ASA) e Pastoral Hospitalar do Hospital Regional, e contou com o apoio da proprietária, Francisca de Oliveira. Famílias e voluntários da Pastoral Hospitalar se deliciaram com os diferentes molhos da macarronada e a boa música do ambiente.

Imagens da macarronada neste link. 

Obra orçada em R$ 200 mil 

Falta pouco para que a Casa de Apoio São José abra as portas para o atendimento. Localizada no bairro Praia Comprida, em São José, a casa foi cedida através de um contrato de sessão de uso da Prefeitura do município para a Ação Social Arquidiocesana (ASA).

O lançamento oficial dos trabalhos ocorreu no dia 07 de junho, com uma noite das massas beneficente, no Clube Maré Alta. obra, que está orçada em R$ 200 mil.

A reforma está em andamento, mas precisa de recursos para a conclusão, pois tem previsão para ser inaugurada em dezembro. “Toda ajuda será bem-vinda. Estamos arrecadando móveis, utensílios domésticos, o material da reforma, como tinta, cimento e outros”, explicou o coordenador da casa e capelão do hospital, Pe. Almir José Ramos.

Padre Almir com fiéis da Comunidade de Nossa Senhora de Fátima e Sta. Filomena, da Praia Comprida, São José

Colaboradores da ASA e da Catequese da Arquidiocese, prestigiaram o evento.

Pacientes de todo Estado

Terá capacidade inicial para acolher gratuitamente, 35 pessoas diariamente, de todas as faixas etárias, mas sobretudo, idosos que fazem cirurgia da oftalmologia, crianças e pessoas portadoras de necessidades especiais. São pessoas de todas as regiões do Estado, atendidos pelo Hospital Regional, mas que não necessitam de internação, além dos acompanhantes.

A procura só tem aumentado, o que ressalta a urgência da conclusão dos trabalhos.

Abrace esta causa

Fernando da ASA com a proprietária do Clube Maré Alta e grande apoiadora da obra, Francisca de Oliveira.

Segundo o secretário executivo da Ação Social Arquidiocesana, Fernando Anísio Batista, “a casa cedida pela Prefeitura, com aproximadamente 400 m², encontrava-se em uma situação bastante precária. Por isto estamos reformando e vamos dar uma condição digna de uso”.

Cozinheiras voluntárias do Clube que ajudaram na macarronada.

Doações para a Casa de Apoio São José:

(48) 3224-8776 (ASA)

E no Serviço de Atendimento Humanizado do hospital: (48) 3271-9019.

 

 

 

A Casa de Apoio precisa de utensílios, móveis e materiais de construção.

 

1 Comentários, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*