Projeto Férias Missionárias enviou jovens e adultos para missões na Ilha do Marajó e Guiné Bissau

O chamado à missão é exigente e requer coragem de deixar tudo para trás e levar o evangelho onde for necessário. A exemplo de São Francisco Xavier, padroeiro das missões, e atendendo ao apelo da Igreja, seis missionários da Arquidiocese partiram em missão entre os meses de dezembro de 2019 e janeiro de 2020. A ação faz parte da experiência missionária do Projeto Férias Missionárias do COMISE (Conselho Missionário de Seminaristas), do Regional Sul 4.

Os seminaristas Paulo Roberto Borba da Silva e Thomas Vilas Boas e os leigos Gabriel Rodrigues, Mirta Garcia Medeiros e Eli Terezinha da Silva participaram da 3ª edição da Missão Kairós, na Ilha do Marajó, Pará. Durante a missão, os missionários puderam acompanhar a realidade das comunidades ribeirinhas dos Marajoaras, e levar a eles a boa nova do evangelho.

A missionária Eli, da Paróquia São Francisco de Assis, do bairro Barra do Aririú, em Palhoça, conta que o convite para participar da missão foi uma grande surpresa de Deus. Para ela, a oportunidade de encontrar Jesus no rosto do povo da Ilha do Marajó foi uma das experiências mais impactantes da sua vida e cada instante será guardado no coração. “Na missão aprendemos que não precisamos de muito para viver, basta ter Deus no coração. Aprendi junto à comunidade ribeirinha o verdadeiro sentido de partilhar, sair do meu egoísmo para dar de comer ao irmão que precisa se alimentar. Vi ali o verdadeiro sentido do evangelho de Jesus”, comenta Eli.

Este é o segundo ano em que Fernanda da Silva, também da Paróquia São Francisco de Assis, parte em missão para Guiné Bissau, na África. Para ela, estar em missão é poder contemplar a alegria do Cristo Ressuscitado e se deixar conduzir pelo Espírito Santo para que essa alegria alcance outras pessoas também. Fernanda afirma que “é uma graça muito grande responder a esse chamado de Deus, que nos inquieta e nos leva em missão. Assim como Nossa Senhora disse sim e se deixou levar pela ação do Espírito Santo, nós que estamos em missão queremos nos entregar a ele pelos nossos irmãos que aqui estão”.

O chamado à missão continua sendo feito por Jesus, pois “a messe é grande, mas os trabalhadores são poucos” (Mt 9,37). Os que se sentem impelidos em partir em missão podem entrar em contato com o Conselho Missionário Diocesano (COMIDI) através do telefone (48) 3224-4799 ou o e-mail [email protected]

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*